Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Duplo atentado na Síria mata pelo menos 46 pessoas

Ataque em bairro de maioria alauíta, mesma corrente do ditador Bashar al Assad, ocorreu na mesma rua alvo de atentado do Estado Islâmico no mês passado

Pelo menos 46 pessoas morreram neste domingo e dezenas ficaram feridas em um duplo atentado em um bairro do centro de Homs, na Síria, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos. A ONG comunicou que dois veículos carregados de explosivos foram detonados no bairro Al Zahraa, de maioria alauíta, corrente minoritária derivada do credo xiita ao qual pertence o presidente sírio, Bashar al Assad. O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou o ataque em comunicado publicado na internet. No dia 26 de janeiro, a mesma rua foi cenário de outro atentado realizado pelo Estado Islâmico.

“Provisório” – O secretário de Estado americano, John Kerry, anunciou neste domingo que chegou a um “acordo provisório” com ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, para um próximo cessar-fogo na Síria. “Alcançamos um acordo provisório, um princípio de acordo” para deter as hostilidades “nos próximos dias”, disse Kerry em Amã, durante uma entrevista coletiva. Sem mencionar datas, ele apontou que “quase foram acertadas as modalidades para um cessar-fogo”.

Kerry informou que manteve contatos com Lavrov na capital da Jordânia, para onde viajou para tentar relançar o processo de paz entre israelenses e palestinos.Perante a imprensa, o secretário de Estado americano insistiu que a guerra na Síria não se pode ganhar no campo de batalha e ressaltou que uma solução política “com um governo transitório sem (o presidente sírio Bashar) Al-Assad a frente” é a única solução possível para a situação na Síria. Kerry deve se reunir hoje em Amã com o rei Abdullah II da Jordânia e com o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas.

(Com EFE e AFP)

Member of The Internet Defense League