Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Comemoração? Coreia do Norte lança mísseis após receber sanções da ONU

As Forças Armadas sul-coreanas intensificaram o monitoramento dos movimentos do Exército norte-coreano e reforçaram suas posições defensivas

A Coreia do Norte lançou nesta quinta-feira vários mísseis de curto alcance em uma demonstração de força após as sanções impostas ao país pelo Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), informou o Ministério da Defesa da Coreia do Sul. O Exército norte-coreano lançou, às 10h locais (22h de Brasília de quarta-feira), seis mísseis da cidade de Wonsan, no sudeste do país. Os projéteis caíram no mar, sem causar incidentes, após voar por entre 100 e 150 quilômetros.

A ação ocorreu cerca de dez horas depois de o Conselho de Segurança da ONU aprovar, em Nova York, uma resolução que impõe duras restrições comerciais ao país comunista em resposta aos últimos testes nucleares e com mísseis de longo alcance. Além disso, as Forças Armadas sul-coreanas intensificaram o monitoramento dos movimentos do Exército norte-coreano e reforçaram suas posições defensivas.

Leia também

Conselho de Segurança da ONU impõe novas sanções a Coreia do Norte

Coreia do Norte ofereceu negociar tratado de paz, segundo Estados Unidos

EUA sobrevoam península da Coreia com caças F-22

Por enquanto, a imprensa oficial norte-coreana não se pronunciou sobre a resolução 2270, aprovada na quarta-feira com votos favoráveis dos quinze integrantes do Conselho de Segurança da ONU após semanas de negociações entre Estados Unidos e China. A resolução elevará a pressão internacional sobre Pyongyang ao impor ao regime de Kim Jong-un grandes restrições ao comércio, como a inspeção obrigatória de cargas com origem e destino no país e restrições na exportação de matérias-primas como carvão, ferro, ouro, titânio e metais.

Além disso, proíbe a venda à Coreia do Norte de combustível aeroespacial e impõe um embargo total ao comércio de armas leves, além de sanções financeiras contra bancos e ativos norte-coreanos e contra indivíduos e entidades. Também se destacam as medidas para garantir o cumprimento de todas as sanções, como a obrigação de realizar inspeções sistemáticas em mercadorias com destino ou origem na Coreia do Norte.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League