Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Comediante alemão precisa de proteção policial após piada com Erdogan

Em poema, humorista acusou o presidente turco de praticar zoofilia, maltratar incapacitados e reprimir minorias

O comediante da televisão alemã Jan Boehmermann foi colocado sob proteção policial após recitar um poema que satirizava o presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan. A piada de Boehmermann irritou o líder turco, que apresentou um processo penal por injúrias contra o humorista. Segundo um porta-voz da polícia alemã, uma viatura policial foi escalada para vigiar a casa de Boehmermann nessa terça-feira.

De forma paralela ao processo de Erdogan, o governo turco apresentou uma nota verbal em Berlim para que inicie um processo interno contra o comediante, por injúrias a um chefe de Estado estrangeiro. Jan Boehmermann recitou no final de março o que ele mesmo qualificou de “crítica injuriosa” no programa que apresenta na rede de televisão pública ZDF, mas logo depois decidiu retirar o vídeo de seu site ao considerar que não cumpria com os “critérios de qualidade” da emissora.

O poema do humorista usava vários termos de baixo calão para definir o presidente turco e fazia referências a sexo com cabras e ovelhas, bem como a repressão das minorias turcas por Erdogan. Também acusava o líder de assistir pornografia infantil, bater em menores e maltratar incapacitados.

Leia também:

Atentado com caminhão-bomba deixa dois mortos e dezenas de feridos na Turquia

Turquia toma controle de principal jornal crítico ao governo

Turquia ataca curdos após atentado matar 37 pessoas em Ancara

O conflito tem colocado pressão sobre o governo de Angela Merkel, que necessita do auxílio turco para conter a crise de refugiados na Europa. Quando questionada sobre o assunto, a chanceler afirmou que está estudando o caso de forma “muito consciente” e que dará uma resposta nos próximos dias, mas ressaltou que os valores básicos recolhidos na Constituição, como a liberdade de expressão, da ciência e da arte, estão vigentes, independente dos problemas políticos que possam surgir.

A emissora ZDF anunciou nesta terça-feira que o programa de sátira semanal de Jan Boehmermann não iria ao ar nessa semana por causa da “grande cobertura da mídia e do foco recebido pelo programa e seu apresentador”.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League