Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com Hillary e Trump favoritos, Nova York realiza primárias cruciais

O estado é o segundo com maior número de delegados, atrás apenas da Califórnia

Segundo estado com maior número de delegados, atrás apenas da Califórnia, Nova York realiza nesta terça-feira eleições primárias consideradas cruciais no amplo processo que define os candidatos dos partidos Republicano e Democrata à Presidência dos Estados Unidos.

As últimas pesquisas confirmam que a ex-secretária de Estado Hillary Clinton é favorita na disputa nova-iorquina com seu único concorrente, o senador Bernie Sanders. Entre os republicanos, o empresário Donald Trump não parece ter um adversário à altura em seu estado natal e onde construiu seu império.

Em âmbito nacional, o favoritismo de Hillary não é mais tão evidente, e a enorme vantagem que a separava inicialmente de Sanders a cada dia diminui. Uma pesquisa do The Wall Street Journal e da emissora NBC divulgada na segunda-feira mostra que a diferença entre ambos é de apenas dois pontos percentuais – em junho do ano passado, a vantagem da ex-primeira-dama era de 60 pontos.

Leia também:

Ted Cruz conquista delegados em Colorado; Sanders vence em Wyoming

Rudolph Giuliani, ex-prefeito de Nova York, anuncia apoio a Donald Trump

Sanders, que nasceu e passou a infância em Nova York, embora depois tenha se mudado para o estado vizinho Vermont, onde se moldou como político e pelo qual é senador, chega ao pleito de amanhã com mais motivos para comemorar do que a ex-primeira-dama. Nas primárias realizadas desde 22 de março em diferentes estados, sete foram vencidas por Sanders e só uma, a do Arizona, por Hillary.

Mas a ex-secretária de Estado ainda lidera a corrida democrata na indicação do partido para concorrer com o adversário republicano à Presidência, no dia 8 de novembro. Hillary tem até agora o apoio de 1.776 delegados, contra 1.125 de Sanders, incluindo os chamados “superdelegados”, ou dirigentes do partido que, embora não tenham que seguir a preferência de um determinado colégio eleitoral, se pronunciaram explicitamente por um dos dois concorrentes.

Partido Republicano – No outro lado, Trump segue com ampla vantagem em nível nacional nas pesquisas de opinião e no número de delegados sobre seu adversário mais próximo, o senador pelo Texas Ted Cruz. Em Nova York, o magnata tem 53,1% da preferência, mais do que o dobro do segundo colocado no estado, o governador de Ohio, John Kasich, que tem 22,8%, segundo a mais recente pesquisa feita pela emissora Fox,

Na segunda-feira, o empresário se reuniu na torre que leva seu nome, na cidade de Nova York, com um pequeno grupo de uma associação de minorias que o apoia e voltou a afirmar que ganhará o pleito com toda a segurança e que tem o apoio de “milhões” de eleitores. Em breves declarações destacadas pela imprensa local, Trump defendeu o que vem repetindo em sua campanha: fazer dos Estados Unidos uma nação “grande” e com “fronteiras seguras”.

(Com EFE)

Member of The Internet Defense League