Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ataque aéreo a campo de refugiados na Síria mata dezenas, dizem ativistas

Fotos mostram tendas totalmente destruídas e chão ainda em chamas no campo de Kamounia, localizado próximo à cidade de Sarmada

Dezenas de pessoas morreram em um ataque aéreo a um campo de refugiados controlado pelas forças rebeldes no norte da Síria, informaram ativistas no país nessa quinta-feira. Fotos divulgadas nas redes sociais mostram as tendas totalmente destruídas e o chão ainda em chamas no campo de Kamounia, localizado próximo à cidade de Sarmada, na província de Idlib, e à fronteira com a Turquia.

Leia também:

Novo confronto deixa dezenas de mortos em Aleppo, na Síria

ONU exige proteção a hospitais em zonas de conflito

Os Comitês Locais de Coordenação, uma rede ativista de oposição ao regime de Bashar Assad, disseram que mais de 30 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas no atentado. Ainda não foi informado quem realizou o ataque, mas, segundo a emissora BBC, as bombas podem ter sido jogadas de aviões sírios ou russos.

O ataque acontece um dia após as autoridades dos Estados Unidos e da Rússia concordarem em estender o cessar-fogo na Síria para a cidade de Aleppo, que vem sendo alvo de bombardeios constantes nas últimas semanas. O primeiro cessar-fogo havia sido estipulado em 27 de fevereiro, mas foi quebrado no final de abril, com os ataques à maior cidade do norte do país.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League