Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após trégua, oposição síria aceita participar das negociações de paz

O chanceler russo, Serguei Lavrov, e o secretário de Estado americano, John Kerry, celebraram durante uma conversa telefônica neste domingo a queda na violência na Síria

A oposição síria aceitou participar das negociações de paz coordenadas pela Organização das Nações Unidas (ONU), previstas para esta semana em Genebra, disse Riad Agha, porta-voz do Alto Comitê de Negociações da ONU (ACN). Nos últimos dias, a oposição havia expressado receio em participar das negociações devido à falta de avanços na ajuda humanitária e às violações da trégua em vigor desde 27 de fevereiro.

“Notamos uma diminuição das violações do cessar-fogo nos últimos dias e um avanço no que diz respeito à ajuda humanitária”, em particular às cidades sitiadas, disse Agha. “Constatamos que há pressões internacionais sobre todas as partes, em particular sobre a Rússia e o regime, para respeitar a trégua”, disse o porta-voz. “O esforço talvez não seja completo, mas é real e esperamos que siga nos próximos dias”, acrescentou.

Leia também

Blecaute atinge toda a Síria; causas ainda são desconhecidas

EUA acreditam que trégua na Síria é frágil, mas está melhor que o esperado

Acordo de cessar-fogo entra em vigor na Síria

Domingo tranquilo – As regiões da Síria onde está acontecendo o cessar-fogo registraram neste domingo o dia mais “tranquilo” desde que a trégua começou, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH). Entre as exceções, a ONG que monitora a guerra civil na Síria registrou dezenas de foguetes disparados pelo grupo Frente al-Nusra e por outras facções rebeldes contra as milícias curdas ao norte da cidade de Aleppo. Os episódios deixaram três mortos, segundo o balanço realizado pela ONG e pelos curdos.

De Moscou, o Ministério da Defesa registrou quinze violações da trégua nas últimas 25 horas, em comparação com as dezenove registradas no sábado e 27 no dia anterior. O ministro das Relações Exteriores russo, Serguei Lavrov, e o secretário de Estado americano, John Kerry, celebraram durante uma conversa telefônica neste domingo a queda na violência e alertaram que o processo de paz não deve atrasar. A nova rodada de negociações sobre a Síria pode começar em 10 de março, informou o enviado especial da ONU, Staffan de Mistura. Desde que começou, em março de 2011, o conflito na Síria matou mais de 270.000 pessoas.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League