Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aos 112 anos, sobrevivente do Holocausto é o homem mais velho do mundo

Israel Kristal recebeu o certificado do livro dos recordes Guinness nesta sexta-feira

Um israelense de 112 anos que sobreviveu ao campo de concentração de Auschwitz é o homem mais velho do mundo, afirmou nesta sexta-feira o Guinness World Records. Israel Kristal, que nasceu em 15 de setembro de 1903, recebeu em sua casa, em Haifa, o certificado do presidente da organização, Marco Frigatti.

“Eu não conheço o segredo para uma vida longa. Acredito que tudo é determinado de lá de cima e nós nunca saberemos porquê”, disse Kristal. “Existiam homens mais inteligentes, mais fortes e mais bonitos que eu e que poderiam ter vivido mais. Tudo o que podemos fazer é trabalhar com o maior empenho possível para podermos reconstruir o que perdemos.”

Leia mais:

Polônia constrói maior labirinto de gelo do mundo

Com 40 quilos de lã, carneiro vai para o Guinness Book

Panda mais velha do mundo é candidata ao ‘Guinness’

Segundo o Guinness, Kristal nasceu no seio de uma família judia ortodoxa, perto da cidade de Zarnow, na Polônia. Ele se mudou para Lodz, onde trabalhou na confecção da família na década de 1920. Durante a ocupação alemã na Polônia, ele foi confinado no gueto local e depois mandado a Auschwitz e outros campos de concentração. Sua primeira mulher morreu no Holocausto, assim como dois filhos.

Ao final do conflito, ele pesava apenas 37 quilos, e era o único sobrevivente de sua numerosa família. Kristal se mudou para Israel na década de 1950 com sua segunda esposa. No novo país, ele “continuou a fazer crescer tanto a sua família como sua nova confecção”, afirma a organização.

Antes dele, o título pertencia a Yatsutaro Koide, um japonês que faleceu em janeiro aos 112 anos e 312 dias.

A mulher mais velha do mundo continua a ser Susannah Mushatt Jones, com 115 anos. Ela nasceu em 1899 e também é a pessoa mais velha do mundo.

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League