Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Agente alemão é acusado de traição por espionar para EUA e Rússia

Um agente do Serviço de Inteligência Alemão (BND) foi formalmente acusado de traição nesta quarta-feira por entregar informação aos serviços de espionagem dos Estados Unidos e da Rússia e arriscar a vida de uma fonte de sua organização no exterior. O promotor Wolfgang Siegmund declarou que o agente, apenas identificado como Markus R., tinha cometido com isso “um pecado capital” no trabalho de inteligência.

Além disso, em sua alegação em um tribunal de Munique, Siegmund disse que o espião tinha entregado à CIA (agência de inteligência dos EUA) bancos de dados com os nomes e os codinomes de agentes alemães no exterior. A promotoria também criticou os chefes do acusado pela existência de um banco de dados dessa natureza que, segundo Siegmund, não poderia existir no trabalho de uma organização de espionagem. “Um serviço de inteligência não pode permitir-se ter pontos fracos dessa natureza”, destacou.

Leia também

EUA espionaram Netanyahu, Berlusconi e Ban Ki-moon

Grã-Bretanha e EUA espionaram comunicação militar de Israel

Alemanha não aceitará passaportes de refugiados de áreas controladas pelo EI

O agente entregou informação confidencial a secretos serviços estrangeiros em troca de dinheiro e entre 2008 e 2014 recebeu cerca de 100.000 euros (cerca de 500.000 reais). Markus R. foi detido em 2014 e já tinha confessado seus crimes durante a investigação, alegando que seus principais motivos tinham sido o dinheiro, a frustração e o aborrecimento com seu emprego.

O crime de traição pode ser castigado, de acordo com a gravidade, com penas de prisão que vão de um ano até a prisão perpétua. A defesa do acusado apresentará seus argumentos em 14 de março e a sentença deve ser anunciada três dias depois. A imprensa alemã, citando especialistas em segurança nacional, informa que o agente deve pegar um pena severa dada a gravidade de seu crime.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League