Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Zidane desmente Dunga e diz que Marcelo poderia ter sido convocado

Treinador do Real Madrid garantiu que o atleta não está machucado

O técnico Dunga afirmou na semana passa que não convocou o lateral Marcelo para a seleção brasileira para preservar o jogador, que estaria lesionado. Nesta segunda-feira, porém, o técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, garantiu que o jogador está 100% fisicamente e que poderia ter sido chamado por Dunga. “Marcelo estava pronto para jogar. É a única coisa que posso dizer. Quem chama o jogador é o técnico”, limitou-se a dizer o ex-craque francês, em entrevista coletiva em Madri.

Marcelo retornou ao time do Real Madrid neste sábado, dois dias depois de Dunga abrir mão de sua convocação para as partidas contra Uruguai e Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Na ocasião, Dunga disse que o médico do Real Madrid foi consultado e relatou uma lesão no ombro direito do lateral.

Leia também:

Dunga justifica opção por ‘chineses’ e veteranos: ‘Coerência’

Dunga dá nova chance a ‘chineses’ e barra Jefferson em convocação

Brasil se dá bem no sorteio dos grupos da Copa América Centenário

Em entrevista à emissora Esporte Interativo no domingo, Marcelo deu sua versão da história e relatou que chegou a falar com o médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar. “Conversei com o doutor na quarta-feira e ele me perguntou como eu estava. Expliquei que estava voltando de lesão e que ia treinar com o grupo quinta-feira, dia da convocação, e treinei. Fiquei de avisar como ia me sentir no treino. E quando fui avisar, já tinha saído a convocação”, lamentou Marcelo, que admitiu ter ficado “chateado” com a situação.

Os atletas chamados por Dunga para as partidas dos dias 25 e 29 de março, em Recife e Assunção, respectivamente, foram Filipe Luís, do Atlético de Madrid, que vem sendo titular da lateral-esquerda desde as primeiras convocações de Dunga, e Alex Sandro, da Juventus.

(da redação)

Member of The Internet Defense League