Clique e assine com 88% de desconto

Vídeo: Van Gaal se candidata ao Oscar de melhor protesto contra a arbitragem

Treinador holandês se jogou no gramado de Old Trafforf para reclamar de simulações dos adversários na vitória do United sobre o Arsenal

Por Da Redação - 29 fev 2016, 10h02

Louis Van Gaal roubou a cena na vitória por 2 a 0 do Manchester United sobre o Arsenal, neste domingo, pelo Campeonato Inglês. Talvez já em clima de Oscar, que aconteceria horas depois, o técnico holandês caprichou na interpretação ao protestar com a arbitragem a poucos minutos do fim. Insatisfeito com as faltas marcadas para a equipe de Londres, Van Gaal alegou que os atletas do Arsenal estavam simulando faltas e se jogou no chão, para espanto do quarto árbitro e delírio dos torcedores em Old Trafford.

O mergulho de Van Gaal rapidamente ganhou as redes sociais e inspirou os mais criativos memes. Ao fim da partida, o controverso treinador admitiu que exagerou. “Naquela altura deixei-me levar pela emoção, o que não é bom para o árbitro e seus auxiliares. Não acontece muito. Normalmente, estou sentado no banco e também sou muito criticado por isso. Mas agora que me levantei, também sou muito criticado”, disse na entrevista coletiva.

“Pedi desculpas e espero que tenha ficado tudo resolvido. Tenho de controlar as minhas emoções. Os torcedores acharam graça, mas nem sempre eles têm razão. Às vezes é positivo mostrar as emoções, mas isto foi demais”, completou Van Gaal.

O treinador rival, Arsene Wenger, comentou sobre a reação do colega, mas evitou confusão. “Não acho nada. Vocês vão ter que fazer essa pergunta a ele. Não vou comentar sobre o assunto porque depois vão dizer que eu sou mau perdedor. E eu sou mesmo”, disse, rindo, o francês. Em campo, o prêmio de protagonista foi novamente para o jovem Marcus Rashford, de 18 anos. Em sua segunda partida como profissional – já havia marcado dois gols em sua estreia -, Rashford marcou os dois gols contra o Arsenal e caiu de vez nas graças da torcida.

Continua após a publicidade
Louis Van Gaal se joga no gramado para protestar contra supostas simulações dos atletas do Arsenal VEJA

(da redação)

Publicidade