Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

UFC: Ronda Rousey deixa seu cinturão no complexo da Rocinha

De férias no Rio após massacrar Bethe Correia, lutadora americana visitou instituto do ex-judoca Flávio Canto

Antes da luta principal do UFC 190, a brasileira Bethe Correia afirmou que o cinturão peso-galo feminino do UFC ficaria no Brasil. Rapidamente, a americana Ronda Rousey respondeu com bom humor, dizendo que realmente pretendia deixá-lo por aqui. Depois de arrasar Bethe em apenas 34 segundos de luta, Ronda cumpriu o combinado: em mais um dia de passeios pelo Rio, desta vez pelo Complexo Esportivo da Rocinha, presenteou o Instituto Reação, do ex-judoca Flávio Canto, com o cinturão.

Leia também:

O fenômeno Ronda Rousey volta às telonas – agora como protagonista

UFC 190: Ronda Rousey vence Bethe Correia em apenas 34 segundos

O presente é simbólico, pois a cada luta que vence Ronda recebe um novo exemplar do cinturão de campeã de MMA. A maior sensação do UFC feminino ainda doou 30.000 dólares (cerca de 104.000 reais) ao projeto de Canto, que atende crianças carentes que sonham se tornar judocas.

Ronda levou a mãe e maior incentivadora no esporte, AnnMaria de Mars, ao evento. Ambas foram judocas – antes de se aventurar no UFC, Ronda foi campeã do Pan-Americano do Rio em 2007 e medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. No domingo, Ronda foi uma das atrações em seu passeio pelo Maracanã, no empate entre Flamengo e Santos, e pelo Cristo Redentor.

(da redação)

Member of The Internet Defense League