Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

UFC nocauteia a crise e faz seu maior evento no Brasil

Edição 198, na Arena da Baixada, em Curitiba, é a primeira em um estádio de futebol do país e tem estrutura de megashow, com transmissão em TV aberta

O presidente do UFC no Brasil, Giovani Decker, disse em entrevista à TVEJA em setembro de 2015, que tinha planos ambiciosos para o desenvolvimento da franquia no país. Os cenários econômico e esportivo não eram favoráveis – dólar ns alturas e ídolos como Anderson Silva e José Aldo, entre outros, destronados – mas o plano estava traçado: menos eventos, mas com maior produção. O grande momento desta nova fase acontece neste sábado, em Curitiba. O UFC 198 será o primeiro evento de MMA no país em um estádio de futebol, a moderna Arena da Baixada, casa do Atlético-PR, e terá lutas que atrem os fãs, como a disputa de cinturão entre o brasileiro Fabricio Werdum, campeão dos pesados, e o americano Stipe Miocic, e o duelo dos brasileiros Vitor Belfort e Ronaldo Jacaré. São esperados 45.000 torcedores e o evento será transmitido em TV aberta – e, desta vez, ao vivo.

“Prefiro qualidade à quantidade”, disse Decker há sete meses. A organização trabalhou para reduzir o número de eventos e aprimorá-los. Ao todo, já foram realizados 19 eventos do UFC no país. O primeiro, ainda insignificante, em 1998, o segundo em 2011 e desde então houve uma explosão – em 2013 foram sete e em 2014 outros sete. Alguns tiveram enorme sucesso, como as lutas de Anderson Silva, José Aldo e Ronda Rousey pelo Rio de Janeiro, mas outras edições tiveram organização falha e card pouco atraente. O UFC 198 será o primeiro de 2016 e deve haver mais dois neste ano.

Leia também:

UFC 198: pesagem levanta Arena da Baixada

Fratura, doping, doença: o duro caminho da aposentadoria de Anderson

Globo transmitirá UFC em Curitiba – ao vivo e sem Galvão

UFC 198: Werdum fará homenagem a Senna em Curitiba

Na sexta-feira, foi dada uma amostra do tamanho do UFC 198. Com o estádio todo decorado e oferecendo diversas atrações, os lutadores realizaram a pesagem e as encaradas diante de um animado público de 15.000 pessoas. Além das lutas ocorrerem em um estádio de futebol moderno e não em um ginásio antigo, o card atrai espectadores, mesmo com a ausência de Anderson Silva, ídolo local – paulistano, Anderson foi ainda criança morar na capital paranaense. O ex-campeão de 41 anos faria a terceira luta mais importante da noite, diante do jamaicano Uriah Hall, mas foi operado após constatar uma inflamação na vesícula biliar.

A maior atração da noite é Fabrício Werdum. O gaúcho de 38 anos está se tornando estrela de primeira grandeza do MMA nacional por seus resultados – conquistou o cinturão peso-pesado ao finalizar o americano Cain Velásquez com uma guilhotina, na Cidade do México, em junho passado – e carisma e bom-humor. Werdum terá um adversário difícil na luta principal da noite: Stipe Miocic, 33 anos, americano de origem croata, com 14 vitórias e duas derrotas no cartel. Em sua primeira passagem pelo país, Miocic liquidou o brasileiro Fabio Maldonado em apenas 35 segundos de luta em São Paulo, em maio de 2014. Ele tem certa dificuldade no jogo de chão, mas é especialista em boxe.

Na luta preliminar de Werdum, Vitor Belfort e Ronaldo Jacaré decidem quem se candidata a uma chance para disputar o cinturão dos médios, contra o vencedor da revanche entre o novo campeão Luke Rockhold e Chris Weidman, no UFC 199, em 4 de junho. Belfort, de 39 anos, e Jacaré, 36, são especiaistas em jiu-jitsu e têm mãos pesadas. Na pesagem, a torcida esteve claramente ao lado de Jacaré.

E os paranaenses poderão torcer por três conterrâneos: John Lineker, Mauricio Shogun e a estreante Cris Cyborg. A curitibana de 30 anos foi campeã do extinto Strikeforce e detém o cinturão peso-pena feminino do Invicta FC. Apesar de seus excelentes resultados, Cyborg demorou a debutar no UFC pois ainda não existe uma categoria para seu peso. Ela fará uma luta de peso casado (até 63,5 quilos) contra a americana Leslie Smith.

O evento ainda terá o mineiro Warlley Alves, 25 anos e invicto na categoria meio-médio, que enfrentará Bryan Barberena, o paulista Demian Maia, em ascensão entre os meio-médios, que enfrentará um rival duro, o americano Matt Brown, e o veterano Rogério Minotouro, de 39 anos, que vem de duas derrotas e enfrentará Patrick Cummins. O card principal do UFC 198 será transmitido em TV aberta pela Rede Globo, ao vivo, a partir das 23h (de Brasília) deste sábado.

UFC 198 – 14 de maio de 2016, na Arena da Baixada, em Curitiba

Card principal:

Peso-pesado: Fabricio Werdum x Stipe Miocic

Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Vitor Belfort

Peso-casado (até 63,5kg): Cris Cyborg x Leslie Smith

Peso-meio-pesado: Mauricio Shogun x Corey Anderson

Peso-meio-médio: Warlley Alves x Bryan Barberena

Card preliminar:

Peso-meio-médio: Demian Maia x Matt Brown

Peso-médio: Thiago Marreta x Nate Marquardt

Peso-galo: John Lineker x Rob Font

Peso-meio-pesado: Rogério Minotouro x Patrick Cummins

Peso-leve: Francisco Massaranduba x Yancy Medeiros

Peso-meio-médio: Serginho Moraes x Luan Chagas

Peso-pena: Renato Moicano x Zubaira Tukhugov

Member of The Internet Defense League