Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Torcedor do Santos morre após agressão a pauladas em SP

Polícia suspeita que o taxista Gerson Ferreira de Lima, de 34 anos, tenha sido agredido por torcedores do Palmeiras no último domingo

Gerson Ferreira de Lima, um taxista e torcedor do Santos, morreu nesta quarta-feira, vítima de agressão em um posto de gasolina na zona leste de São Paulo no último domingo. Uma câmera de segurança do local registrou o momento em que o taxista de 34 anos e um amigo foram agredidos a pauladas por dois homens. A outra vítima, que levou um soco no rosto, utilizava uma camisa do Santos. Ainda que os envolvidos não vestissem uniformes de torcidas organizadas, a polícia suspeita que os agressores sejam torcedores do Palmeiras.

Desacordado, Gerson foi levado ao Hospital Santa Marcelina, unidade Itaquera, e estava internado em estado gravíssimo na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com traumatismo craniano. No entanto, não resistiu na noite desta quarta-feira e o seu corpo será levado ao IML de Artur Alvim. O amigo sofreu apenas ferimentos leves e passa bem.

As vítimas compraram cerveja na loja de conveniência do posto de gasolina e deixavam o local quando foram surpreendidas. O torcedor com a camisa santista foi ao chão depois de receber um soco no rosto e, em seguida, o colega foi atingido na cabeça com um pedaço de pau.

No último domingo, quando ocorreram as agressões, o Palmeiras enfrentou o Vasco no Allianz Parque e foi derrotado por 2 a 0, pela 34ª rodada do Brasileirão. No mesmo dia, o Santos jogou em Joinville, em Santa Catarina, e empatou por 0 a 0.

Histórico – Nos últimos meses, palmeirenses e santistas se envolveram em vários confrontos violentos. Em abril, o palmeirense Claudio Fernando Mendes Cardoso de Morais, integrante da torcida Mancha Alvi-verde, morreu depois de ser espancado por integrante da Torcida Jovem, do Santos, após a primeira partida da final do Paulistão.

Em outubro de 2014, torcedores do Palmeiras organizaram uma emboscada contra santistas na rodovia Anchieta. Leonardo da Mata, um palmeirense de 21 anos, morreu atropelado na confusão.

(com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League