Clique e assine com 88% de desconto

Tóquio-2020: Comitê apresenta novo projeto de estádio para abertura dos Jogos

O antigo esboço foi cancelado em julho pelo governo japonês pelo alto custo previsto para a construção da arena

Por Da Redação - 22 dez 2015, 09h34

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio apresentou nesta terça-feira o novo projeto para a construção do estádio que receberá a cerimônia de abertura do evento em 2020. Preocupados com o custo elevado e com o design arrojado do projeto anterior, desenhado pela renomada arquiteta iraquiana Zaha Hadid, os organizadores decidiram alterar o planejamento antes que as obras fossem iniciadas.

Como substituto do antigo projeto, o governo escolheu o arquiteto japonês Kengo Kuma para elaborar um conceito mais simples e convencional. A principal reivindicação dos críticos do antigo esboço foi acatada: os gastos previstos do novo estãdio são menores, caindo de 252 bilhões de ienes (quase 8,5 bilhões de reais) para 153 bilhões (cerca de 5 bilhões de reais).

Leia também:

Designer belga acusa Tóquio-2020 de plagiar logotipo

Continua após a publicidade

Tóquio lança logos dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2020

Pequim é eleita sede dos Jogos de Inverno de 2022

O grandioso e caro projeto desenhado pela arquiteta Zaha Hadid foi rejeitado pelo governo de Tóquio em julho, depois da péssima recepção do público, que considerou a obra um luxo desnecessário, com design fora dos padrões japoneses.

A capacidade também foi alterada, de 80 mil pessoas para 68 mil. O novo projeto prevê um estádio com 49,2 metros de altura, contra 70 metros do antigo, além de ocupar 72.400 metros quadrados, contra 78.100 do anterior.

Continua após a publicidade
Projeto do novo estádio Nacional em Tóquio VEJA

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade