Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tite não pensa em seleção: ‘Não largo o Corinthians por nada’

Perto de conquistar mais um título pela equipe paulista, treinador negou o desejo de assumir o lugar de Dunga em um futuro próximo

Dois dias depois de receber a seleção brasileira durante a preparação para o clássico contra a Argentina, o Centro de Treinamento Joaquim Grava voltou a ser ocupado por seu dono, o Corinthians, nesta quarta-feira. Naturalmente, o técnico Tite foi questionado sobre a presença da equipe de Dunga no local e não escapou de novas perguntas sobre a possibilidade de assumir a seleção no futuro. Bem perto de conquistar seu segundo título do Brasileirão pelo clube, Tite foi enfático: não pensa em tomar o lugar de Dunga no momento.

Tite, que aparecia como opção mais provável para assumir o cargo após a saída de Luiz Felipe Scolari, no ano passado, jamais escondeu que ficou decepcionado ao ser preterido pela CBF. Mas, novamente vivendo grande fase pelo Corinthians, o treinador diz que não tem pressa para realizar o maior sonho de sua carreira. “Estou muito feliz no Corinthians, em um momento extraordinário. Não tem nada maior do que isso. Hoje não largo para nada. Para nada! Tenho três anos de contrato com o Corinthians e um trabalho extraordinário”.

Leia também:

Dunga festeja volta de Neymar e vê brasileiro à frente de Messi e Cristiano

Lesionado, Tevez é cortado da seleção argentina e não pega o Brasil

Seleção treina no CT do Corinthians de olho na Argentina

No Itaquerão, onde a seleção treinou nesta quarta, Dunga também foi perguntado sobre uma possível demissão e não levou o tema a sério. “É especulação. Seleção é assim, tem que ter assunto”, disse o treinador, antes de defender a sequência de seu trabalho.

No CT, Tite preferiu não falar mais sobre seleção e comentou sobre a possibilidade de o Corinthians garantir o hexacampeonato na próxima rodada, contra o Vasco. Ele lamentou o gol do Atlético-MG que impediu o título na última rodada, mas se disse confiante na conquista em São Januário. “Precisávamos de cinco pontos, agora precisamos de dois ou três, uma vitória ou dois empates. Só depende de nós. Os resultados do fim de semana serviram para valorizar o campeonato, gols no fim, mostrando que não está nada decidido. A partir de agora, a nossa possibilidade existe.”

O Corinthians pode ser campeão com três rodadas de antecipação no próximo dia 19 mesmo em caso de derrota – para isso, o Atlético-MG precisaria perder para o São Paulo no Morumbi, no mesmo dia. Caso o título não venha no Rio, o time paulista terá novas chances diante do rival São Paulo, Sport e Avaí.

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League