Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Paulo encara azarão peruano por vaga na Libertadores

Time brasileiro enfrenta o Cesar Vallejo, em Trujillo, buscando abrir vantagem no jogo de ida do confronto pela pré-Libertadores

O renovado time do São Paulo começará nesta quarta-feira a definir suas expectativas para o primeiro semestre de 2016. Menos de um mês depois de iniciar a pré-temporada, a equipe paulista visitará o peruano Cesar Vallejo, em Trujillo, às 21h45 (de Brasília), na partida de ida do confronto que vale uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores.

O São Paulo admite que ter conseguido chegar à Copa Libertadores depois de um 2015 tão turbulento foi um grande lucro. Por isso, não quer desperdiçar a oportunidade de usar o torneio para resgatar a confiança.

O técnico argentino Edgardo “Patón” Bauza apressou a formação do time durante os trabalhos de pré-temporada para criar entrosamento e escalou força máxima no último fim de semana, na estreia no Campeonato Paulista diante do Red Bull, no empate em 1 a 1, em Campinas. Além disso, a comissão técnica fretou um voo até Trujillo, no norte do Peru, para evitar perder tempo em escalas.

Leia também:

Calleri diz que Tevez ‘recomendou’ ida ao São Paulo

Corinthians e Palmeiras vencem na estreia do Paulistão; São Paulo e Santos tropeçam

Zagueiro do São Paulo é convocado para seleção sub-20 da Sérvia

Bauza vai apostar em um estilo de jogo de manutenção de posse de bola e na solidez defensiva. O técnico focou os trabalhos de marcação desde o começo do ano, ciente que um possível empate será útil na próxima quarta-feira, com o jogo de volta marcado para o Pacaembu – o Morumbi passa por reformas no gramado. O ataque será formado por Michel Bastos, Paulo Henrique Ganso, Alan Kardec e Ricardo Centurión. O argentino Jonathan Calleri, apresentado nesta segunda, ficará no banco de reservas.

Azarão – O Cesar Vallejo vê no confronto contra o tricampeão da Libertadores a chance de conquistar o feito mais glorioso de seus vinte anos de existência. Por ter o nome de um dos grandes escritores sul-americanos, o clube leva o apelido de “Os Poetas”.

Fundado em 1996 como uma equipe amadora da universidade local, o clube pela segunda vez vai disputar a fase preliminar da Libertadores. A primeira foi em 2013, quando perdeu para o Tolima, da Colômbia – time que eliminou o Corinthians na edição de 2011 no mesmo estágio da competição.

“Seguramente pela história e pelo nome, sabemos que o São Paulo é o favorito. Ganhar seria um grande feito”, disse o goleiro Salomón Libman. O jogador é presença constante na seleção peruana e, em 2013, trocou o Alianza Lima pelo desafio de ajudar o time emergente.

A cidade de Trujillo tem quase 1 milhão de habitantes e o estádio Mansiche tem capacidade para 25.000 torcedores. O local recebeu partidas da Copa América, em 2004. Quem passar do confronto entre São Paulo e Cesar Vallejo estará no Grupo A da Libertadores, ao lado do campeão River Plate, da Argentina, o The Strongest, da Bolívia, e o Trujillanos, da Venezuela.

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League