Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Santos vence o Chapecoense por 3 a 1 e entra na briga pelo G4

Com 33 pontos, clube está a apenas três pontos do Atlético-PR, hoje o quarto colocado do Brasileirão

O Santos venceu a Chapecoense por 3 a 1 na Vila Belmiro, na noite desta quinta-feira, e assumiu a oitava posição na tabela. Com 33 pontos, apenas três pontos a menos que o Atlético-PR, hoje o quarto colocado, o clube entra de vez na briga por uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro.

O clube começou a partida exercendo pressão na saída da defesa da Chapecoense. Sem Lucas Lima, que está com a seleção brasileira nos EUA, Dorival Júnior deu a Marquinhos Gabriel a chance de jogar como armador e ele não decepcionou. Aos 15 minutos, deu lindo passe para Ricardo Oliveira abrir o placar.

Ainda no primeiro tempo o Santos poderia ter liquidado o jogo. Aos 30 minutos, Ricardo Oliveira e o zagueiro Neto se enroscaram na área e Bruno Arleu de Araújo assinalou pênalti, cometendo mais um erro de arbitragem neste Brasileirão. O artilheiro foi para a cobrança e de novo mandou no canto direito do goleiro – Danilo fez a defesa. Foi o terceiro pênalti seguido que Ricardo Oliveira perdeu.

O segundo tempo começou com mudanças na Chapecoense, mas o panorama do jogo continuou o mesmo. O segundo gol do Santos saiu aos 12 minutos e os méritos são de Dorival Júnior. É dele a ideia de mandar o canhoto Geuvânio jogar pela direita do ataque. Por aquele setor, o atacante dominou na entrada da área, cortou para o seu “pé bom” e mandou no ângulo.

Depois, o Santos tratou de fazer o tempo passar sem sofrer muito perigo. Mesmo assim, chegou ao terceiro gol após cruzamento de Zeca encontrar Ricardo Oliveira livre. De cabeça ele fez o seu 14.º gol no Brasileiro – é o artilheiro isolado. A Chapecoense descontou no fim, com Neto.

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League