Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rio Open começa nesta segunda com 9 tenistas top 40

Espanhóis Nadal e Ferrer, campeões das primeiras edições, serão as estrelas da chave de simples. Nas duplas, Soares e Melo se juntarão novamente, visando a Rio-2016

A terceira e mais badalada edição do Rio Open, maior torneio de tênis da América do Sul, terá início nesta segunda-feira. Os espanhóis Rafael Nadal e David Ferrer, campeões em 2014 e 2015, respectivamente, estão de volta ao Rio, mas terão pela frente outros sete tenistas entre os 40 melhores da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), que teve seu ranking atualizado nesta manhã. Entre os brasileiros, Thomaz Bellucci e Teliana Pereira serão cabeças de chave e a dupla Marcelo Melo e Bruno Soares será a grande atração da chave de duplas masculinas.

Além de Nadal (5º do mundo) e Ferrer (6º), a competição terá o francês Jo-Wilfried Tsonga (9º), o americano John Isner (11º), o austríaco Dominic Thiem (19º), o americano Jack Sock (23º), o italiano Fabio Fognini (24º e vice-campeão da edição passada), o brasileiro Thomaz Bellucci (32º), o ucraniano Alexandr Dolgopolov (33º). Oitavo cabeça de chave, Bellucci, enfrentará Dolgopolov na estreia, na noite desta segunda-feira.

Leia também:

De olho na Olimpíada, Bruno Soares e Marcelo Melo jogarão Rio Open juntos

Rio Open divulga preço de ingressos: final custará até R$ 640

Os outros cabeças de chave que estrearão nesta segunda são John Isner, que enfrentará o argentino Guido Pella, e Fabio Fognini, que pegará o britânico Aljaz Bedene. Teliana Pereira, 44ª na lista da WTA e principal cabeça de chave da competição feminina, também entrará em quadra hoje, contra a croata Petra Martic.

A estrutura é semelhante à do ano passado, com nove quadras de saibro instaladas na sede social do Jockey Club Brasileiro, na Lagoa, zona sul do Rio. A quadra central tem capacidade para 6.200 pessoas. Nesta segunda-feira, ela será batizada com o nome de Gustavo Kuerten, único brasileiro ao chegar ao topo da ATP. O ex-atleta será homenageado durante a rodada noturna.

Ano passado, o torneio reuniu 55.000 pessoas e a expectativa é que o público se mantenha próximo a isso este ano. Não há mais ingressos para os jogos de sábado e domingo, mas ainda é possível encontrar entradas para os demais dias da semana.

A competição no Rio servirá também para os duplistas Bruno Soares e Marcelo Melo iniciarem a preparação para a disputa de duplas nos Jogos Olímpicos. Vivendo a melhor fase de suas carreiras – Soares foi campeão do Aberto da Austrália ao lado do britânico Jamie Murray e Melo é o número 1 do ranking de duplas -, os dois estrearão no Rio Open contra os compatriotas Fabiano de Paula e Orlando Luz.

(da redação)

Member of The Internet Defense League