Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rio-2016: uniformes do vôlei são apresentados – e recebem críticas

As roupas lançadas especialmente para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, com início em agosto, não tiveram aprovação dos usuários das redes sociais.

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) e a patrocinadora Olympikus apresentaram nesta terça-feira, em Saquarema (RJ), o uniforme das seleções de vôlei (incluindo o vôlei de praia) para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto. Tanto no masculino quanto no feminino, o primeiro uniforme é majoritariamente amarelo com bermuda azul e o segundo tem predominância da cor verde com alguns detalhes em amarelo. O terceiro uniforme é azul por inteiro, assim como as vestimentas que serão usadas nos treinos.

Nas redes sociais, as novas vestimentas dos atletas foram alvo de diversas críticas. “Coisa horrorosa! Vocês não deram uma olhada antes de liberar o lançamento?”, postou uma internauta citando a CBV. “Cancela esse projeto de uniforme, por favor”, escreveu outra usuária do Twitter. Nos perfis da CBV no Instagram e no Facebook, as críticas também são quase unânimes.

LEIA TAMBÉM:

Crise no vôlei: FIVB retém prêmio de R$ 4 mi à CBV

Astros do vôlei protestam contra CBV nas redes sociais

Bernardinho diz que punição da FIVB foi ‘retaliação’​

Como preparação à Olimpíada, as equipes disputarão o Grand Prix, no feminino, e a Liga Mundial, no masculino. Há uma semana, o técnico da seleção masculina, Bernardinho, anunciou a convocação dos 18 jogadores que farão parte do principal torneio antes dos Jogos, com previsão para começar a partir de 16 de junho. Antes de disputar a Liga Mundial e a Rio-2016, a seleção masculina fará amistosos contra a Eslovênia, atual vice-campeã europeia, em maio, em Montes Claros (MG), e, em junho, enfrentará a Argentina, em Buenos Aires.

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League