Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rio-2016: Cielo projeta 6 medalhas para natação brasileira

Maior referência da seleção de natação ainda se recupera de lesão, mas confia em retorno rápido e no desenvolvimento da equipe brasileira.

Único campeão olímpico da natação brasileira, Cesar Cielo ainda se recupera de lesão no ombro, mas está ansioso e otimista para o início da Olimpíada do Rio de Janeiro. O nadador de 28 anos confia na nova geração de nadadores brasileiros e prevê um recorde de medalhas para o país na modalidade em 2016. “Temos boas perspectivas, mas é hora de concretizar essa geração de ouro. Podemos conquistar entre cinco e seis medalhas nos Jogos de 2016”, apostou o atleta nesta quinta-feira, durante o anúncio de seu novo patrocinador, em São Paulo.

Leia também:

Thiago Pereira mira Rio-2016: ‘Expectativa aumentou’

‘Posso voltar melhor que antes’, confia Cielo sobe Rio-2016

Brandonn Almeida leva único ouro do Brasil no Mundial Júnior de natação

Especial VEJA: Um novo horizonte para o Rio

Para contribuir com o Time Brasil, Cielo precisa se recuperar da lesão do ombro esquerdo que o tirou do Mundial de Esportes Aquáticos de Kazan, na Rússia, no mês de agosto. “É uma lesão que não atrapalha o meu dia a dia, mas tem impacto na alta performance. Nos treinos o foco tem sido muito maior na quantidade de tempo do que na intensidade. Mas tem tempo para ficar bem, continuo muito tranquilo”, explicou o nadador.

Cielo não descartou mudanças em seu planejamento, mas quer continuar trabalhando sob orientações de Arilson Soares da Silva, o Ari, seu quarto treinador desde 2012. E na maior parte do tempo em São Paulo, onde seu primeiro filho, Tomas, deve nascer nas próximas semanas. “Não é porque está a um ano das Olimpíadas que é para ter medo. Algumas coisas a gente vai ter que repensar, mas não tenho receio nenhum de fazer uma mudança brusca na carreira. O importante é o resultado vir e vou fazer o que estiver a meu alcance para conseguir isso.”

Cielo conquistou a medalha de ouro olímpica nos 50 metros livres de Pequim-2008 e mais dois bronzes, nos 100 metros e 50 metros livres, na capital chinesa e em Londres-2012, respectivamente. Ele planeja disputar o Open de Palhoça (SC), em dezembro, o primeiro torneio válido para a obtenção de índice olímpico.

(com Estadão Conteúdo e Gazeta Press)

Member of The Internet Defense League