Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ricardo Teixeira e Beckenbauer são investigados pelo Comitê de Ética da Fifa

Entidade divulgou o nome de todos os cartolas sob suspeita, incluindo o ex-presidente da CBF e o maior ídolo do futebol alemão

O Comitê de Ética da Fifa anunciou nesta quarta-feira os nomes de todos os cartolas que estão sendo investigados por suspeitas de corrupção. O ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e Franz Beckenbauer, um dos maiores nome da história do futebol alemão, estão na lista, assim como os já suspensos Joseph Blatter, Michel Platini e Jérôme Valcke.

Além de Teixeira e Beckenbauer, outros ex-integrantes do Comitê Executivo da Fifa foram citados entre os investigados, com destaque para o espanhol Ángel María Villar Llona, que assumiu a presidência da Uefa após o afastamento de Platini. Worawi Makudi (presidente da Federação tailandesa), Jeffrey Webb (presidente da Concacaf e ex-vice da Fifa), Amos Adamu (diretor da Federação nigeriana), Eugenio Figueredo e Nicolás Leoz (ex-presidentes da Conmebol) completam a lista.

Leia também:

Responsável por auditoria da Fifa aponta falsificação em pagamento a Platini

Platini admite pagamento sem contrato e diz ser ‘à prova de balas’

Escolha de sede da Copa de 2006 teria sido comprada pela Alemanha, afirma revista

A Fifa não informou detalhes sobre as suspeitas, mas diversos jornais europeus afirmam que a investigação se refere à compra de votos para as Copas de 2018, na Rússia, e 2022, no Catar. A lista foi divulgada um dia depois de a entidade aprovar mudanças em seus estatutos para permitir que sejam divulgados casos sob suspeita e que estejam sendo examinados.

Franz Beckenbauer, que foi chefe do comitê organizador da Copa do Mundo de 2006, foi acusado na semana passada pela revista Der Spiegel de comprar votos para que a Alemanha sediasse a Copa de 2006. O ídolo alemão, campeão do mundo como jogador e técnico, negou tudo.

Ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira

 (/)

(da redação)

Member of The Internet Defense League