Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PSG e Chelsea abrem oitavas da Liga dos Campeões em clima tenso

Clube francês lidera tranquilo a liga nacional, mas foi surpreendido com vazamento de vídeo. Já o time londrino vive temporada desastrosa na Inglaterra

Paris Saint-Germain e Chelsea inauguram as oitavas de final da Liga dos Campeões nesta terça-feira, na partida de ida de um dos confrontos mais esperados da competição, às 17h45 (de Brasília) no Parque dos Príncipes, na capital francesa. É a terceira vez consecutiva que as duas equipes se enfrentam na competição continental, com uma vitória para cada lado. O tira-teima desta terça acontece em meio a um clima conturbado em ambos os times, mas por motivos diferentes.

O PSG é o virtual campeão francês com 24 pontos de vantagem sobre o segundo colocado Monaco, enquanto o Chelsea passou boa parte da temporada próximo à zona de rebaixamento e, após a substituição do técnico português José Mourinho pelo holandês Guus Hiddink, chegou à 12ª colocação do Inglês.

Mas apesar da grande vantagem na liga nacional e das recentes renovações de contrato do técnico Laurent Blanc e do volante italiano Marco Verratti, o ambiente no PSG foi bastante afetado graças ao lateral marfinense Serge Aurier. No fim de semana, vazou um vídeo em que o atleta chamou o técnico Blanc de homossexual e criticou vários companheiros, incluindo os astros Zlatan Ibrahimovic e Ángel Dí Maria.

As declarações caíram como uma bomba no vestiário do PSG e Blanc falou sobre o assunto nesta segunda. “Esse garoto, esse menino… Há dois anos, eu me comprometi a fazê-lo vir para Paris, e o que eu vi domingo foi todo o agradecimento que ele teve por mim. Acho uma pena. Ele está penalizando a si próprio, e também é ruim para o clube. Ele está arranhando a imagem do clube.”

Leia também:

Oitavas da Liga dos Campeões são definidas com Barça x Arsenal

‘É a minha nova casa’, diz Pato ao chegar ao Chelsea

Pênalti indireto de Messi e Suárez é destaque na Europa; Neymar diz que passe era para ele

O presidente do clube, Nasser Al-Khekaifi, também se manifestou.”Não deixarei que ninguém complique o PSG e nos distraia de nossos objetivos. Vamos focar no confronto contra o Chelsea, muito esperado pelos nossos torcedores”, afirmou o empresário do Catar, em comunicado em que Aurier também pede desculpas pelas palavras. O PSG afastou imediatamente o marfinense, que não enfrentará o Chelsea. Para compor a lateral-direita, Blanc terá que escolher entre o holandês Gregory Van der Wiel ou improvisar novamente o zagueiro brasileiro Marquinhos na posição.

No restante da equipe, não haverá surpresas, com os brasileiro Thiago Silva e David Luiz fazendo dupla de zaga. No ataque, Lucas, que vem vivendo grande momento e parece ter caído nas graças de Blanc, deve ser titular no ataque ao lado de Ibrahimovic. No Chelsea, o técnico Hiddink não dará a primeira chance a Alexandre Pato. O recém-contratado atacante brasileiro já tem condições físicas para jogar, mas o técnico holandês prefere testá-lo primeiro no Campeonato Inglês. Hiddink ainda terá o desfalque de seus dois zagueiros titulares, o capitão John Terry e Kurt Zouma, ambos lesionados.

Em 2014, o Chelsea levou a melhor nas quartas de final e, no ano passado, o PSG se vingou nas oitavas ao eliminar a equipe londrina, em Stamford Bridge, na prorrogação, com um jogador a menos por quase toda a partida, com David Luiz e Thiago Silva como heróis. O craque sueco Zlatan Ibrahimovic foi expulso na partida e provocou os atletas do Chelsea, a quem chamou de “bebês. Também nesta terça-feira, às 17h45, o Zenit São Petersburgo, do atacante brasileiro Hulk, encara o Benfica em Lisboa.

(Com AFP)

Member of The Internet Defense League