Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Príncipe Ali confirma candidatura à presidência da Fifa

Único concorrente de Blatter na última eleição, príncipe da Jordânia enfrentará Michel Platini, Chung Mong-Joon e Zico no pleito em fevereiro de 2016

O príncipe da Jordânia, Ali Bin Al-Hussein, confirmou nesta quarta-feira que concorrerá novamente ao cargo de presidente da Fifa, quatro meses após ter perdido a eleição de 29 de maio para Joseph Blatter – que, dias depois, anunciou sua renúncia. “Temos que recuperar o jogo que nos encanta. Temos que voltar ao que faz o futebol o maior esporte do planeta: a esperança, a dignidade, a excelência e a oportunidade”, discursou Ali, em Amã. O pleito que definirá o substituto de Blatter acontece em 26 de fevereiro de 2016.

Leia também:

Zico lança site de candidatura à presidência da Fifa

Blatter diz que Platini tentou intimidá-lo

‘Não há corrupção no futebol’, afirma Joseph Blatter

Ali Bin Al-Hussein é vice-presidente da Fifa desde 2011 e foi o único adversário de Blatter nas últimas eleições, mas desistiu do segundo turno após ter sido derrotado no primeiro por 133 votos a 73.

Antes dele, o presidente da Uefa, o francês Michel Platini, o magnata sul-coreano Chung Mong-Joon, e o ex-jogador brasileiro Zico já haviam oficializado suas candidaturas. “O futebol é um jogo que transcende classes, crenças e fronteiras nacionais. Minha ambição agora é fazer com que a Fifa seja digna de representar o maior esporte e os torcedores mais fanáticos no planeta”, destacou Al-Hussein, de 39 anos, o integrante mais jovem do Comitê Executivo da Fifa.

(com agência EFE)

Member of The Internet Defense League