Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presidente da Concacaf aceita ser extraditado aos EUA

Hondurenho Alfredo Hawit é acusado de ter recebido milhões de dólares em propina

O presidente da Concacaf (Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe) e vice-presidente da Fifa, Alfredo Hawit, detido há um mês na Suíça, aceitou nesta quarta-feira ser extraditado para os Estados Unidos, onde é acusado de envolvimento no escândalo de corrupção da Fifa.

Leia também:

Suspensão de Valcke é prorrogada em 45 dias; pena pode chegar a 9 anos

De volta à CBF, Del Nero pode ser banido do futebol pela Fifa

Delator revela esquema de Ricardo Teixeira para receber propinas em bancos suíços

Pesa contra o dirigente hondurenho de 64 anos a acusação de ter aceitado propina de milhões de dólares de empresas pela venda de direitos de transmissão de torneios de futebol na América Latina.

Segundo a legislação suíça, o dirigente será entregue no prazo de dez dias a uma escolta policial americana para ser levado aos EUA. A data exata não foi relevada “por motivos de segurança”.

(com agência EFE)

Member of The Internet Defense League