Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia desarticula esquema de venda ilegal de ingressos para a Rio-2016

Pelo menos dez pessoas estão sendo investigadas por venderem entradas com sobrepreço nas redes sociais.

A polícia do Rio Janeiro, em parceria com o Comitê da Rio-2016, investiga 10 suspeitos de envolvimento na venda ilegal de ingressos para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que começarão em agosto. O grupo de cambistas ofertava e negociava pelas redes sociais pouco mais de 700 entradas com sobrepreço, de acordo com informações divulgadas nesta terça-feira pelas autoridades policiais e organizadores da Olimpíada.

A fraude foi detectada por meio de denúncias e confirmada pelo próprio sistema de monitoramento interno do Comitê Rio 2016, segundo o diretor de ingressos do comitê Donovan Ferretim. Segundo ele, os ingressos chegavam a custar dez vezes mais do que o preço real de venda no site oficial dos Jogos. Foram apreendidos 712 ingressos.

De acordo com Ferreti, a venda de ingressos da Olimpíada superou até o momento a marca de 50% do total disponível, atingindo 76% da meta de receita do comitê organizador, segundo o mais recente balanço dos organizadores. Os Jogos do Rio colocaram à venda um total de 7,5 milhões de entradas para a Olimpíada.

Copa do Mundo no Brasil – Em 2014, a polícia do Rio desmontou um esquema ilegal de venda de ingressos para a Copa do Mundo, prendendo 11 pessoas. “Pelo que vimos na Copa, criamos com um ano de antecedência um grupo de prevenção para evitar esse tipo de ação nos Jogos”, disse Ferreti. “Achamos que isso pode ser só o começo. Outras pessoas podem tentar fazer isso, mas essa operação serve de alerta para inibi-las. Temos um grupo forte de combate e uma relação muito perto com a polícia”.

Leia também:

Polícia instaura inquérito para investigar venda ilegal de ingressos da Copa

Não comprou ingressos para o Mundial? Aposte na sorte…

Fifa anuncia locais de retiradas dos ingressos da Copa

(Com Reuters)

Member of The Internet Defense League