Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Platini admite pagamento, mas diz que realizou trabalho para a Fifa

Presidente da Uefa recebeu cerca de 8 milhões de reais da entidade em negociação investigada pela Justiça suíça

O presidente da Uefa, Michel Platini, divulgou um comunicado nesta sexta-feira para se defender das acusações da procuradoria-geral da Suíça sobre um pagamento indevido de 2 milhões de francos suíços (aproximadamente 8 milhões de reais) oriundos dos cofres da Fifa. O ex-jogador francês admitiu ter recebido o montante, em fevereiro de 2011, mas disse ter realizado um trabalho remunerado para isso, entre 1999 e 2002. “A respeito do pagamento que foi feito a mim, gostaria de afirmar que este montante refere-se ao trabalho que realizei sob um contrato com a Fifa e estou satisfeito por ter conseguido esclarecer todos os assuntos relativos a isso com as autoridades”, afirmou Platini, favorito para suceder Blatter na presidência da Fifa em eleição marcada para 26 de fevereiro de 2016.

Leia também:

Polícia invade sede da Fifa e Blatter é processado criminalmente

Blatter falta e Fifa decide que Copa do Catar será em novembro e dezembro

Descontente, Fifa dará ultimato ao ausente Del Nero

“Eu sempre estive aberto a apoiar os órgãos competentes e as autoridades no seu trabalho de investigação e, portanto, cooperei plenamente”, disse o francês. Aliados no passado, Platini e Blatter foram interrogados nesta sexta-feira pela polícia federal suíça.

O presidente da Fifa é acusado de má gestão e desvio de dinheiro de contratos de venda de direitos de TV para a federação caribenha – então presidida por Jack Warner, um dos cartolas mais implicados no escândalo de corrupção da Fifa -, em 2005, além do envolvimento no pagamento suspeito a Platini.

O Ministério Público da Suíça abriu uma investigação criminal contra o dirigente de 79 anos e invadiu seu escritório para a coleta de informações. Blatter cancelou a entrevista que daria nesta sexta para falar sobre as decisões tomadas na reunião do Comitê Executivo da Fifa.

(com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League