Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Passarella responderá na Justiça argentina sobre caso de revenda de ingressos

O ex-técnico do Corinthians está sendo investigado por participar do esquema quando era presidente do River Plate

O ex-jogador e treinador Daniel Passarella, capitão da seleção argentina campeã mundial em 1978, foi intimado pela Justiça Argentina a responder sobre um suposto envolvimento em um esquema de revenda de ingressos de jogos do River Plate, no tempo em que era presidente do clube.

Segundo informa o jornal Olé, em 2012 ocorreu a primeira evidência do esquema de revenda, depois que um torcedor do River denunciou o clube por fraude, porque o lugar para o qual sua entrada dava direito no Estádio Monumental de Núñez já estava ocupado por outra pessoa, que possuía exatamente o mesmo ingresso.

Além do ex-mandatário, outros 20 dirigentes que atuaram na época de sua gestão, entre 2009 e 2013, também estão intimados a depor na Justiça em fevereiro e março de 2016.

Além da carreira como jogador e dirigente, Passarela teve uma passagem pelo Corinthians como técnico, em 2005, tempos da parceria alvinegra com a empresa MSI, que ainda levou os jogadores argentinos Carlos Tevez, Javier Mascherano e Sebá Domínguez.

Leia também:

Dunga nega ligação com quadrilha de venda de ingressos

Quadrilha de cambistas era liderada por membro da Fifa

Polícia desarticula quadrilha internacional de cambistas

(com Gazeta Press)

Member of The Internet Defense League