Clique e assine com 88% de desconto

Passarella responderá na Justiça argentina sobre caso de revenda de ingressos

O ex-técnico do Corinthians está sendo investigado por participar do esquema quando era presidente do River Plate

Por Da Redação - 15 dez 2015, 12h39

O ex-jogador e treinador Daniel Passarella, capitão da seleção argentina campeã mundial em 1978, foi intimado pela Justiça Argentina a responder sobre um suposto envolvimento em um esquema de revenda de ingressos de jogos do River Plate, no tempo em que era presidente do clube.

Segundo informa o jornal Olé, em 2012 ocorreu a primeira evidência do esquema de revenda, depois que um torcedor do River denunciou o clube por fraude, porque o lugar para o qual sua entrada dava direito no Estádio Monumental de Núñez já estava ocupado por outra pessoa, que possuía exatamente o mesmo ingresso.

Além do ex-mandatário, outros 20 dirigentes que atuaram na época de sua gestão, entre 2009 e 2013, também estão intimados a depor na Justiça em fevereiro e março de 2016.

Além da carreira como jogador e dirigente, Passarela teve uma passagem pelo Corinthians como técnico, em 2005, tempos da parceria alvinegra com a empresa MSI, que ainda levou os jogadores argentinos Carlos Tevez, Javier Mascherano e Sebá Domínguez.

Continua após a publicidade

Leia também:

Dunga nega ligação com quadrilha de venda de ingressos

Quadrilha de cambistas era liderada por membro da Fifa

Polícia desarticula quadrilha internacional de cambistas

Continua após a publicidade

(com Gazeta Press)

Publicidade