Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Palmeiras estreia na Libertadores e tenta encontrar rumo no Uruguai

Time entra para a partida contra o River Plate uruguaio, em Maldonado, pressionado depois de três tropeços consecutivos no Paulistão

O Palmeiras não vence há três jogos e, depois de perder para o Linense na reabertura de sua arena no último sábado, sabe que precisa reagir rápido. Nesta terça-feira, o time estreia na Copa Libertadores, às 21h45 (de Brasília) e pretende deixar Maldonado, cidade próxima a Punta Del Este, com uma vitória sobre o River Plate, do Uruguai.

O que era para ser uma estreia cheia de otimismo contra um “adversário perfeito” se tornou uma partida bastante tensa. A base que conquistou a Copa do Brasil em dezembro não tem dado resultado, assim como o esquema 4-2-3-1 imposto por Marcelo Oliveira. O técnico está sob pressão e faz mistério na escalação, já que comandou apenas treinos fechados nos últimos dias.

Leia também:

Zé Roberto anuncia que se aposenta no fim do ano

Marcelo Oliveira se irrita com falhas em tropeço do Palmeiras

É mais provável que seja repetida a escalação que empatou em 0 a 0 com o Oeste, na última quarta-feira, pelo Campeonato Paulista, ainda com o zagueiro Roger Carvalho no lugar de Edu Dracena, machucado. O paraguaio Lucas Barrios deve voltar ao time no comando de ataque e ter o auxílio de Dudu, Robinho e Gabriel Jesus.

As duas equipes já se encontraram recentemente. Em janeiro, os reservas do Palmeiras golearam o River Plate uruguaio por 4 a 0 em jogo-treino, mas o time da casa também atuou sem seus principais jogadores. “É outro jogo e não dá para tirar como parâmetro. A única coisa que deu para perceber é que eles têm um padrão tático bem definido”, disse o técnico Marcelo Oliveira. Nesta segunda-feira o treinador recebeu mais uma má notícia. O meia Moisés sofreu uma fratura no pé direito e desfalcará a equipe por quatro meses.

Esta será a primeira participação do River Plate na Libertadores. O clube conta com dois brasileiros: o zagueiro Ronaldo Conceição, de 28 anos, ex-Internacional e São Caetano e o atacante Emilton, de 21 anos, que saiu do Brasil de Pelotas. O craque do time é o meia uruguaio Michael Santos, de 22 anos, que já está de malas prontas para partir. Após a competição, ele jogará no Málaga, da Espanha.

“Como todas as equipes e até a seleção uruguaias, é um time que luta pela primeira e pela segunda bola. São muito aguerridos, correndo e lutando bastante. Recompõe rápido quando perde a bola e tem atacantes velozes para o contra-ataque. Teremos muitas dificuldades também porque estarão muito motivados para iniciar a Libertadores na casa deles”, projetou o capitão palmeirense Zé Roberto.

O River Plate é de Montevidéu, mas seu estádio, que abrigou o jogo-treino diante do Palmeiras no mês passado, não tem condições de receber partidas da Libertadores, segundo as normas da Conmebol. O Centenário, principal estádio da capital uruguaia, sediará show da banda britânica Rolling Stones nesta terça-feira e, por isso, a partida contra o Palmeiras será no estádio Domingo Burgueño Miguel, na cidade de Maldonado, próxima a Punta Del Este. Palmeiras e River estão no grupo 2, ao lado do argentino Rosario Central e do também uruguaio Nacional.

(com Gazeta Press e Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League