Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Olimpíada 2020: Japão cancela projeto de estádio de US$ 2 bilhões

Custo inicial do estádio olímpico era de US$ 1,3 bilhão, mas preço final assustou

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, anunciou nesta sexta-feira o cancelamento da construção de um estádio olímpico de 2 bilhões de dólares (cerca de 6,4 bilhões de reais), em Tóquio. O custo inicial do projeto, que seria o principal palco da Olimpíada de 2020, tinha estimativa de 1,3 bilhão de dólares, mas o preço final causou reprovação pública e o governo decidiu revisar o projeto. “Vamos começar do zero”, afirmou Abe, depois de encontrar com Yoshiro Mori, presidente do comitê organizador dos Jogos de 2020. Abe já instruiu o Ministério dos Esportes e o Conselho Esportivo do Japão a começar, imediatamente, o processo de orçamento para um novo estádio para o evento.

Com bocha e surfe, Tóquio-2020 anuncia 8 esportes candidatos a ser olímpicos

Rio-2016: seleções de basquete podem perder vagas

Rio-2016: Ginga, uma onça-pintada, é a mascote do Brasil

Rio-2016: conjunto do Minha Casa Minha Vida vai abrigar imprensa

O início das obras estava programado para outubro deste ano. O projeto era da arquiteta iraquiana Zaha Hadid e previa a construção de dois arcos enormes no topo da arena, apontados como causa da elevação dos custos. Shinzo Abe também anunciou que o novo estádio olímpico não ficará pronto a tempo para a Copa do Mundo de Rúgbi, em 2019.