Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neymar pode ter passado caxumba aos companheiros de Barcelona

Contágio se dá por contato direto através de gotas de saliva ou objetos compartilhados

Os médicos do Barcelona terão de ficar atentos a um possível contágio de caxumba no vestiário depois de Neymar ter sido diagnosticado com a infecção no domingo. De acordo com Marta de Quixano, diretora do Centro de Atendimento Pediátrico Integral (CAPI) Casernes de Barcelona, o contágio da parotidite (infecção na glândula parótida conhecida como caxumba) ocorre “por contato direto através de gotas de saliva ou de troca de copos ou cobertores infectados”.

Sem Neymar, Barcelona viaja para decisão

“Há risco de contágio entre os sete dias antes da manifestação dos sintomas e os quatro posteriores ao contágio, sendo os dois dias anteriores aos sintomas o período de maior risco”, explicou a médica. A doença é incubada entre 15 e 24 dias, o que leva a crer que Neymar foi contagiado durante suas férias no Brasil. Os sintomas da caxumbas são a inflamação da glândula parótida, mal-estar e febre, podendo “produzir inflamação nos genitais, complicações neurológicas e sensoriais, mas não é frequente”, afirma Quixano.

Como precauções para o elenco catalão, ao longo das próximas duas ou três semanas Neymar e os demais jogadores deverão evitar compartilhar utensílios ou objetos que possam transmitir saliva. O time do Barcelona está em Tbilisi, na Geórgia, onde efrenta o Sevilla na final da Supercopa da Europa. Nos dias 17 e 17, ainda enfrentará o Athletic Bilbao nas finais da Supercopa da Espanha. Por causa da caxumba, Neymar será desfalque certo nas três partidas.

(com agência EFE)

Member of The Internet Defense League