Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neymar celebra fase no Barça: ‘Agora me sinto em casa’

Atacante brasileiro vem se destacando na ausência do amigo Lionel Messi e se diz plenamente adaptado ao futebol europeu

Neymar já marcou 11 gols em 13 jogos pelo Barcelona na temporada e se consolidou como um novo líder da equipe na ausência de Lionel Messi, que segue lesionado. Nesta quinta-feira, o brasileiro admitiu estar se sentindo mais à vontade no Camp Nou depois de uma sequência de títulos e gol decisivos – em 2015, foi campeão da liga espanhola, da Copa do Rei e da Liga dos Campeões.

“Estou em um grande ano. Desde a temporada passada, estou jogando à minha maneira, como fazia antes, e estou feliz por tudo. Meu primeiro ano foi para aprender, para conhecer tudo. O segundo foi melhor e agora é como se estivesse em minha casa”, disse Neymar em uma entrevista à emissora BeIN Sports.

Leia também:

Em desafio, Neymar faz embaixadinha com laranja e rolo de papel higiênico

Com Neymar mascarado, Barça celebra Halloween após vitória e irrita adversários

Neymar dança (de novo) e Messi faz pegadinha em comercial do Barça

“Eu já sabia como o Barcelona jogava e adorava ver. Sabia que jogadores o clube tinha. O que fiz foi me adaptar à sua forma de jogar”, acrescentou. Apesar da ótima fase, Neymar se colocou atrás de Messi e Cristiano Ronaldo na disputa pela Bola de Ouro, oferecida ao melhor jogador do mundo pela Fifa e pela revista francesa France Football.

“O que quero é continuar fazendo meu trabalho, jogando da minha maneira e ajudando meus companheiros. Para mim, o importante é conquistar títulos. Messi e Cristiano, que são dois jogadores de outro mundo, sempre brigam pela Bola de Ouro, e isso não é o que me importa agora”, afirmou o atacante de 22 anos.

Ao lado de Messi e do uruguaio Luis Suárez, Neymar forma o ataque mais badalado do futebol mundial. O brasiliro foi humilde ao falar da força trio, mas destacou o entrosamento entre eles. “Não sei se somos os melhores, mas estamos fazendo um bom trabalho. Temos uma grande amizade tanto dentro quanto fora de campo, e isso ajuda muito. Espero que possamos estar em nossa melhor forma durante muitos anos”, disse.

Neymar admitiu que uma das maiores frustrações de sua carreira foi não ter vencido a Copa do Mundo em casa no ano passado. O atacante reconheceu que a seleção não teve grandes atuações e destacou que ainda sonha com a taça. “Tínhamos uma grande pressão no Brasil, era vencer ou vencer em nossa casa, mas não jogamos bem durante todo o Mundial e sofremos muito por isso. A derrota para a Alemanha foi a pior. Sofri muito em casa, queria estar em campo com meus companheiros. Temos que seguir adiante. Vencer a Copa é um sonho.”

(com agência EFE)

Member of The Internet Defense League