Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nadal diz que superou problemas físicos, mas sofre com descontrole emocional

'É como se eu tivesse que curar uma lesão de ordem mental e não física', diz ex-número 1 do mundo e agora na sétima colocação do ranking da ATP

O tenista espanhol Rafael Nadal, sétimo colocado do ranking da ATP, minimizou as dores no pé sentidas na derrota para o sérvio Novak Djokovic na final do torneio de Pequim, no domingo, e disse que agora está lutando contra uma espécie de “lesão mental”. “Muitas vezes tive que superar lesões físicas na minha carreira, mas este ano me faltou controlar os nervos, minhas emoções. É como se eu tivesse que curar uma lesão de ordem mental e não física”, afirmou Nadal em entrevista coletiva prévia a sua estreia no Masters 1000 de Xangai.

Federer perde para 70º do mundo na estreia em Xangai

“É um novo desafio para mim. Perdi jogos que eu deveria ganhar, partidas equilibradas, decididas no terceiro set. Às vezes é como se eu estivesse começando minha carreira de novo”, disse o ex-número 1 do mundo e 14 vezes campeão de Grand Slam.

Nos últimos anos, Nadal lutou contra uma série de lesões – as mais graves foram no tendão do pé esquerdo, no punho da mão direita e nas costas. O atleta de 29 anos, no entanto, não jogou a toalha. “Intimamente, estou convencido de que, se sigo treinando com a mesma qualidade e a mesma força física, começarei a próxima temporada com energia e níveis renovados”. Nesta quarta, Nadal estreia no Masters de Xangai contra o croata Ivo Karlovic.

(da redação)

Member of The Internet Defense League