Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mundial de Surfe: Medina avança à terceira fase; Mineirinho e Toledo vão para repescagem

Os três brasileiros têm chances de faturar o título na praia de Pipeline, no Havaí

O atual campeão Gabriel Medina, quarto colocado do ranking e um dos candidatos ao título, foi o principal nome brasileiro na tarde desta quinta-feira e garantiu uma vaga à terceira fase da última etapa do Mundial de Surfe, em Pipeline, no Havaí. Os outros brasileiros que buscam a taça no Mundial, Adriano de Souza, o Mineirinho, e Filipe Toledo ficaram na segunda colocação em suas baterias e vão ter que disputar a repescagem para avançar na competição.

Os jovens lobos do mar

Surfe: Filipe Toledo lança filme durante etapa da Califórnia

Famosa nas redes, irmã de Gabriel Medina ajuda família a faturar

Medina bateu o havaiano Keanu Asing e o australiano Wade Carmichael, somando 12,60, contra 7,84 e 3,73 dos rivais, garantindo a classificação para a próxima fase. O terceiro colocado Mineirinho oscilou ao longo de toda a bateria e caiu para o taitiano Michel Bourez, que fez 9,33 contra 7,23 do brasileiro e 5,06 do australiano Jack Robinson. Toledo, vice-líder da competição e o surfista nacional com mais chances de título, perdeu para o havaiano especialista em tubos Jamie O’Brien, que somou 8,06 contra 7,33 do brasileiro, e seguirá para a repescagem.

Outros resultados – O australiano Mick Fanning, líder do ranking, confirmou seu favoritismo e segue como principal nome no Havaí para conseguir seu tetracampeonato mundial. Fanning derrotou os havaianos Bruce Irons e Sebastian Zietz por 14,60 contra 14,33 e 4,37 dos rivais.A primeira bateria foi protagonizada pelo brasileiro Ítalo Ferreira, que também avançou à terceira fase assim como Medina, mas não tem mais chances de faturar o caneco em Pipeline.

(da redação)

Member of The Internet Defense League