Clique e assine com 88% de desconto

Mayweather e McGregor cogitam superluta em Las Vegas

Segundo o tabloide inglês 'The Sun', o pugilista está organizando o duelo com uma bolsa nada modesta: ele ganharia mais de 500 milhões de reais) enquanto McGregor levaria para casa "apenas" 35 milhões de reais

Por Da Redação - 6 maio 2016, 14h02

Floyd Mayweather poderá retornar aos ringues depois de se aposentar em setembro do ano passado. De acordo o jornal inglês The Sun, o adversário do pugilista, que tem a incrível marca de 49 vitórias e nenhuma derrota, seria o falastrão irlandês Conor McGregor, campeão dos pesos-pena do UFC. O bombástico confronto, no entanto, seria na categoria dos médios do boxe, portanto McGregor teria que perder cerca de 11 quilos. Segundo as fontes próximas ao tabloide, Mayweather está tomando as rédeas para o duelo acontecer e propõe um contrato nada modesto, que condiz com o perfil de ostentação de ambos os atletas: o americano ganharia 100 milhões de libras( cerca de 510 milhões de reais), enquanto McGregor levaria para casa “apenas” 7 milhões de libras (cerca de 35 milhões de reais) por ser o convidado. Cogita-se que o local da luta será a nova arena T-Mobile, em Las Vegas.

Com temperamentos parecidos e marcados por suas declarações, McGregor e Mayweather discutiram e trocaram acusações no começo deste ano. O boxeador, considerado o atleta mais bem pago de 2015, afirmou que a popularidade de McGregor, devido ao seu estilo provocador, é mais uma prova de racismo, já que ele também usa desse artifício para se promover: “Dizem que ele fala um monte de besteiras e as pessoas torcem para que isso aconteça, mas quando faço a mesma coisa sou tachado de arrogante. Como disse antes, tudo que estou dizendo é: ‘Não sou racista, mas estou dizendo que o racismo ainda existe'”, disse na ocasião o americano de 39 anos.

Incomodado com as declarações de Mayweather, Conor McGregor respondeu nas redes sociais negando a tese de racismo do rival. “Sou irlandês. Meu povo tem sido oprimido durante toda a sua existência. E ainda é bastante. Entendo o sentimento de ser prejudicado. É um sentimento que está profundamente no meu sangue. Na longa história da minha família havia um tempo que apenas por ter o nome McGregor você já era passível de punição de morte. Eu tenho as chaves do jogo agora. Se quiser, nós podemos marcar uma luta, sem problema”, respondeu o lutador irlandês de 28 anos.

Se realmente houver o confronto entre Mayweather e McGregor, o evento tem grande chance de bater o recorde de receita no boxe, ocorrido no combate entre Many Pacquiao e Floyd Mayweather, categorizado como a “luta do século”. O americano venceu o filipino por decisão unânime e a receita gerada chegou a mais de 1 bilhão de reais.

Continua após a publicidade

LEIA TAMBÉM:

Abalado com incêndio? Mayweather ostenta novo carrão de R$ 13 milhões

Mayweather se defende de acusações de doping: ‘Sempre segui as regras’

Continua após a publicidade

Mayweather provoca Ronda: ‘Me ligue quando ganhar US$ 300 milhões’

Vídeo: Mayweather ostenta com mulheres seminuas e chuva de dólares

(Com Gazeta Press)

Publicidade