Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Martina Hingis é campeã do torneio de duplas do Aberto da Austrália

Ao lado da indiana Sania Mirza, suíça venceu dupla checa e conquistou seu 21º título de Grand Slam (o 12º em duplas femininas)

A suíça Martina Hingis segue conquistando Grand Slams nas chaves de duplas. Nesta sexta-feira, a ex-número 1 do mundo conquistou o título do Aberto da Austrália ao lado da parceira, a indiana Sania Mirza, ao vencer as checas Andrea Hlavackova e Lucie Hradecka por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/1) e 6/3. Este foi o terceiro título consecutivo de Grand Slam da dupla, que venceu o Wimbledon e o US Open no ano passado e está invicta há 36 jogos.

Hingis, de 35 anos, conquistou seu 12º título de Grand Slam em duplas femininas, sendo o quinto em Melbourne (1997, 1998, 1999, 2002 e 2016). Em seu auge, a suíça ainda conquistou a chave de simples do torneio em 1997, 1998, 1999. Ao total, somando simples, duplas femininas e mistas, Hingis agora contabiliza 21 títulos de Grand Slam. Campeãs neste ano também nos torneios de Brisbane e Sydney, a suíça e a indiana de 29 anos lideram o ranking mundial de duplas. Ao festejar mais uma conquista de sua vitoriosa carreira, Hingis ressaltou que “o conto de fadas” que vive com Mirza continua.

Leia também:

Federer e Hingis farão dupla mista na Rio-2016

Djokovic bate Federer e vai à final do Aberto da Austrália

De Chapolin a estampa de coqueiro: os figurinos mais ousados do Aberto da Austrália

“Tem sido tudo incrível desde quando ganhamos Wimbledon. Depois só perdemos mais dois jogos”, ressaltou a suíça, que ainda recebeu rasgados elogios de Mirza. “Obrigado à minha parceira, nós tivemos um ano incrível e e estamos seguindo em frente. Hingis é uma campeã incrível, e hoje a conheço melhor como pessoa. É um privilégio jogar com ela”, disse a indiana.

O grande sucesso faz com que Hingis tenha a convicção de que tomou a decisão certa ao optar por apenas jogar duplas, e não mais a chave de simples, depois de desistir de sua aposentadoria e voltar ao circuito profissional em 2013. “Eu sempre disse não”, lembrou, sobre a possibilidade de voltar a competir individualmente.

Duplas mistas – O brasileiro Bruno Soares disputará, além da final da chave de duplas masculinas, a de duplas mistas. Nesta sexta, o tenista mineiro e sua parceira, a russa Elena Vesnina, venceram a prória Sania Mirza e o croata Ivan Dodig por 2 sets a 0, parciais de 7/5 e 7/6 e se classificaram para a grande decisão.

Com a vitória, Bruno Soares irá disputar as finais tanto na chave de duplas masculinas, já que avançou para a decisão ao lado de Jamie Murray, quanto nas duplas mistas. O tenista brasileiro vem provando que está em ótima fase, já que faturou também o ATP de Sydney, torneio preparatório para o primeiro Grand Slam do ano.

Soares e Vesnina irão encarar o romeno Horia Tecau e a americana Coco Vandeweghe na decisão de duplas mistas. Na chave masculina, o brasileiro e seu parceiro, o britânico Jamie Murray (irmão de Andy Murray) enfrentarão neste sábado o canadense Daniel Nestor e o tcheco Radek Stepanek.

(com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League