Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maracanã receberá torneio sem nenhum teste de verdade

Palco da final da Copa das Confederações terá três eventos-teste - dois sem público e outro com só 80% da capacidade do estádio. Fifa teme imprevistos

De acordo com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, as atenções com o Rio são ainda maiores, já que o Maracanã receberá o “momento sublime” da Copa das Confederações. “Aqui será a final”, lembrou ele

O principal palco da Copa das Confederações e da Copa do Mundo receberá os primeiros jogos oficiais promovidos pela Fifa sem ter passado por nenhum teste completo de sua reforma. O governo do Rio de Janeiro afirma estar cumprindo os requisitos da entidade ao promover três eventos-teste no Estádio do Maracanã antes da realização do primeiro jogo da Copa das Confederações na cidade. Esses testes, porém, estão muito distantes do ideal – e podem acabar sendo inócuos. Nos dois primeiros testes, não haverá presença de público. No último, apenas 80% dos lugares do estádio serão ocupados. A notícia preocupa porque a Fifa costuma identificar muitos problemas em estádios novos ou reformados – e as principais falhas costumam ser ligadas ao fluxo de torcedores, como acessos, fiscalização de ingressos e uso de banheiros e lanchonetes. O Rio, porém, vai receber a competição sem ter avaliado o funcionamento do estádio com capacidade total.

Leia também:

Em reunião esvaziada, Fifa diz confiar em Maracanã 100%

Em balanço do ano, Valcke enfim se diz satisfeito com país

Na reta final, surge o temor sobre os ‘puxadinhos’ da Copa

Como a Copa vai obrigar o país a enfrentar seus problemas

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga Veja Esporte no Twitter

Regis Fichtner garantiu que, ao contrário do que vem sendo comentado, o Maracanã não terá de fechar as portas novamente depois da Copa das Confederações – acreditava-se que o estádio precisaria de novos ajustes antes de ser entregue à Fifa para a Copa do Mundo de 2014. “De jeito nenhum”, garantiu o secretário. “O Maracanã ficará aberto normalmente. O estádio atende totalmente aos padrões da Fifa.” Também presente ao encontro, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, falou na possibilidade de declarar feriado nos dias de jogos no Maracanã. “Como o estádio fica numa área onde há grande fluxo de carros, estamos conversando com o governo estadual e com o governo federal para acertar, pelo menos, um meio expediente”, disse o prefeito. Os planos causam certa estranheza porque, dos três jogos marcados para a cidade, dois cairão em finais de semana – e o outro não terá a presença da seleção brasileira (Taiti x Espanha, em 20 de junho).

Leia ainda: Gramado é colocado no novo Maracanã

Member of The Internet Defense League