Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Luta do Século’ entre Mayweather e Pacquiao será investigada por fraude nos EUA

Pugilista filipino lutou com o ombro lesionado, o que revoltou fãs que compraram ingressos ou a transmissão da luta realizada em Las Vegas

A vitória por decisão unânime da arbitragem do boxeador americano Floyd Mayweather sobre o filipino Manny Pacquiao, em duelo vendido como “A Luta do Século” pelos organizadores, segue sendo contestada. O juiz do Distrito Central da Califórnia, Gary Klausner, anunciou que juntou 32 ações movidas por torcedores que alegaram fraude na luta ocorrida em 23 de maio, em Las Vegas, nos Estados Unidos e irá analisá-las, segundo informações da agência Associated Press.

Leia também:

Mayweather, após a vitória sobre Manny Pacquiao: “Fui o mais inteligente no ringue”

Derrotado, Pacquiao contesta decisão dos juizes: ‘Ele só fugiu’

Mayweather provoca Ronda: ‘Me ligue quando ganhar US$ 300 milhões’

Mayweather, o atleta mais rico do mundo, perde cinturão por não pagar multa

As demandas, enviadas a vários tribunais do país, são contra Pacquiao e seu promotor, Bob Arum, assim como Floyd Mayweather, seus agentes e os canais detentores dos direitos comerciais da luta, HBO e Showtime. Fãs que compraram ingresso ou a transmissão de pay-per-view se sentiram enganados ao saber que Pacquiao lutou com uma lesão no ombro direito, o que teria contribuído para sua derrota.

Dias após o controverso embate, vários órgãos de imprensa tiveram acesso a um relatório médico que detectou o problema do lutador filipino, mas, em documento assinado por Pacquiao antes da luta, todos os campos relativos às lesões foram preenchidos no espaço do “não”. Logo em seguida, Bob Arum saiu em defesa de seu cliente ao dizer que foi ele quem respondeu ao questionário e não o pugilista.

O juiz anunciou que levará às mãos de especialistas o relatório de como Pacquiao se lesionou antes do combate e como isso afetou o desenvolvimento da luta. Também estudará se o fato de Pacquiao ter conhecimento de sua lesão sem informar previamente aos organizadores pode caracterizar uma fraude no resultado. A receita gerada pela “Luta do Século” é estimada em 500 milhões de dólares (1,74 bilhão de reais), além de ter atingido um recorde de compras no pay-per-view – a luta foi vendida por 100 dólares nos Estados Unidos.

(com Gazeta Press)

Member of The Internet Defense League