Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Luiz Adriano deixa o Milan para reforçar ‘seleção brasileira’ na China

Atacante de 28 anos marcou apenas três gols em 18 jogos pela equipe italiana e foi vendido por R$ 65 milhões ao futebol chinês

Mais um jogador com passagem pela seleção brasileira seguirá sua carreira no futebol chinês. Segundo informações do jornal italiano Gazzetta dello Sport desta terça-feira, o atacante Luiz Adriano não foi convocado para a próxima partida do Milan para poder acertar os últimos detalhes de sua saída depois de apenas quatro meses na Itália. O nome do novo clube do jogador formado no Internacional não foi revelado até o momento.

Leia também:

Presidente do Corinthians se irrita com debandada: ‘Quem quiser, pode ir embora’

Corinthians vai da glória ao desespero em 45 dias

Futebol chinês desmonta Corinthians campeão brasileiro

O diário informou que uma equipe chinesa pagará 15 milhões de euros (cerca de 65 milhões de reais) por Luiz Adriano, que chegou a Milão como destaque do Shakthar Donetsk, mas marcou apenas três gols em 18 partidas. O Milan havia pagado 8 milhões de euros para tirá-lo da equipe ucraniana, pela qual o jogador de 28 anos atuou entre 2007 e 2015.

Luiz Adriano, que recebeu chances do técnico Dunga nos últimos dois anos, chegará à China junto com diversos outros profissionais que passaram pela seleção brasileira, como Ralf, Jadson, Renato Augusto, Luis Fabiano e os técnico Mano Menezes e Vanderlei Luxemburgo. Já estão no país asiático desde o ano passado nomes de peso como Ricardo Goulart, Paulinho e Luiz Felipe Scolari.

(da redação)

Member of The Internet Defense League