Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lucas Silveira é campeão mundial júnior em Portugal

O carioca, de 19 anos, venceu o francês Timothee Bisso e conseguiu o sétimo título da categoria para o Brasil

A “Brazilian Storm” segue mais forte do que nunca. Depois de dois títulos mundiais consecutivos (de Gabriel Medina, em 2014, e Adriano de Souza, o Mineirinho, em 2015), o carioca Lucas Silveira, de 19 anos, sagrou-se campeão mundial júnior nesta quarta-feira, em Ericeiras, Portugal. O jovem surfista derrotou na final o francês Timothee Bisso, da Ilha de Guadalupe, somando 16,17 contra 11,74 do adversário.

“Conseguimos! Não acredito. Estou tremendo agora, foram duas semanas longas aqui, muita espera, mas finalmente as ondas estavam muito boas. Comecei a bateria bem e tentei fazer o que fiz no resto do evento. Obrigado a todo mundo no Brasil que torceu por mim e a todos que mandaram mensagens na semana”, disse Silveira, emocionado por trazer mais um título para o surfe brasileiro.

Lucas já havia se destacado nas fases anteriores, faturando a primeira nota 10 do torneio e exibindo um surfe impecável nas quartas de final. Para chegar até a decisão, o brasileiro também teve de superar o americano Kanoa Igarashi, além do italiano Leonardo Fiovaranti.

Atualmente, o carioca treina com Leandro “Grilo”, mesmo técnico do atual campeão da WSL (Circuito Mundial de Surfe), Adriano de Souza. O novo campeão mundial júnior, que é carioca, mas vive em Florianópolis, surge como uma das principais promessas do surfe nacional. O Brasil é o recordista de títulos na categoria, com sete mundiais: Pedro Henrique (2000), Adriano de Souza (2003), Pablo Paulino (2004 e 2007), Caio Ibelli (2011), Gabriel Medina (2013) e Lucas Silveira (2015).

Leia também:

Mineirinho dedica título a amigo que foi assassinado

Em VEJA: Os jovens lobos do mar

(Com Gazeta Press)

Member of The Internet Defense League