Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lucas Silva nega expulsão de ônibus do Olympique e descarta volta ao Brasil

Volante disse que foi "orientado" a deixar o veículo e não viajar com a equipe para cuidar de negociações – que não se concretizaram

O volante brasileiro Lucas Silva se pronunciou sobre seu momento conturbado no Olympique de Marselha nesta quarta-feira. O ex-jogador do Cruzeiro admitiu ter deixado o ônibus da equipe antes da partida contra o Montpellier, no último dia 2, mas negou que tenha sido expulso do veículo pelo presidente do clube, Vincent Labrune, conforme publicou o diário francês L’Equipe nesta semana.

Em um comunicado em seu Facebook, Lucas Silva admitiu ter recusado uma proposta de empréstimo – que seria do Anderlecht, da Bélgica, segundo o L’Equipe -, mas negou qualquer atrito com o presidente do Olympique. “No último dia da janela de transferências eu estava no ônibus para viajar com a equipe e, em função de negociações em andamento com clubes europeus, fui orientado pelo Olympique a ficar em Marselha pois eu poderia ter que viajar a qualquer momento. Nunca fui expulso do ônibus como noticiaram alguns meios de comunicação”, declarou o jogador de 22 anos.

Lucas Silva foi contratado há um ano por 15 milhões de euros (45 milhões de reais na época e 66 milhões de reais pela cotação atual) pelo Real Madrid, não conseguiu espaço na equipe espanhola e foi emprestado ao Olympique de Marselha para ganhar ritmo de jogo e experiência nesta temporada. Ele chegou à França com moral, mas perdeu a condição de titular nas últimas partidas e foi criticado pelos jornais locais por sua “lentidão”.

Nesta quarta, o técnico da equipe, o espanhol Míchel, disse que retirou Lucas Silva da lista de inscritos na Liga Europa, pois ele negociava com o “mercado brasileiro”. Em seu comunicado, porém, o jogador garantiu que permanecerá no Olympique até julho. “Há de fato o interesse de diversos clubes brasileiros, aos quais agradeço. No entanto, não faz parte do planejamento do Real Madrid e nem do meu plano de carreira retornar ao Brasil, neste momento.”

“Decidi permanecer no Olympique de Marselha por acreditar que devemos honrar os compromissos assumidos. Além disso, sou um atleta que sempre cresceu frente aos grandes desafios e tenho por hábito, enfrentá-los e vencê-los”, completou o jogador, que deve participar da Olimpíada de 2016 no Rio de Janeiro com a seleção brasileira.

(da redação)

Member of The Internet Defense League