Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Liverpool cede a protestos da torcida e desiste de aumentar preço de ingressos

Clube voltou atrás e desistiu de cobrar quase 440 reais por entradas para jogos em Anfield, depois de um acalorado debate na Inglaterra

Dois protestos de torcedores de grandes clubes marcaram a última rodada dos campeonatos europeus. Fãs de Liverpool e Borussia Dortmund organizaram formas criativas de reclamar dos preços abusivos dos ingressos nas partidas das equipes. A insatisfação dos torcedores ingleses já deu resultado: nesta quarta-feira, o Liverpool anunciou que desistiu de aumentar o valor das entradas para a próxima temporada, quando o estádio Anfield terá sua capacidade ampliada.

O Fenway Sports Group, proprietário da tradicional equipe, pediu desculpas aos fãs por noticiar o aumento no preço do ingresso, manteve o valor antigo e decidiu congelar o valor pelas próximas duas temporadas. “Como sinal de nosso compromisso, estamos anunciando que este novo plano terá efeito também nas temporadas 2016-2017 e 2017-2018. Pelas próximas duas temporadas, o Liverpool não vai ganhar nenhuma libra adicional pelo aumento geral dos preços”, garantiram os donos do clube, em nota assinada por John W. Henry, Tom Werner e Mike Gordon, proprietários do Fenway Sports Group.

Jornal diz que Mourinho superará Guardiola e será técnico mais bem pago do mundo no United

A manifestação da diretoria do Liverpool é uma resposta aos recentes protestos da torcida. No domingo, cerca de 10.000 torcedores deixaram as arquibancadas de Anfield no 77º minuto do jogo contra o Sunderland, pelo Campeonato Inglês, em referência ao aumento do ingresso mais caro para 77 libras (439 reais). Em resposta, a diretoria do clube garantiu que o bilhete mais caro não passará de 59 libras (336 reais).

O aumento do preço gerou resposta até do primeiro-ministro da Grã-Bretanha, David Cameron. “Há um problema aqui, com os clubes subindo os preços muito rapidamente a cada ano, embora muito do dinheiro do futebol venha, na verdade, dos patrocínios e dos fornecedores de material esportivo”, declarou o líder britânico. Além de congelar os preços dos ingressos, os donos do Liverpool ainda ampliaram o número de ingressos promocionais para 10.000, no valor de 9 libras (51 reais) durante toda a campanha do time no Campeonato Inglês.

Na terça-feira, outra equipe conhecida pela fidelidade de sua torcida, o alemão Borussia Dortmund, também protestou de maneira curiosa: um grupo de torcedores ficou vinte minutos fora do estádio e, ao entrar, arremessou bolinhas de tênis sobre o gramado, em duelo das quartas de final da Copa da Alemanha, contra o Stuttgart. Com o gesto, os torcedores buscavam criticar a “elitização” do futebol, comparando os valores dos ingressos ao de grandes eventos de tênis. No ano passado, torcedores do Bayern de Munique já haviam protestado contra o preço pago para assistir uma partida do time, em Londres, contra o Arsenal, pela Liga dos Campeões. Abaixo, assista ao último protesto da torcida do Borussia Dortmund.

(da redação)

Member of The Internet Defense League