Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Liga espanhola denuncia Barcelona por insulto homofóbico contra Cristiano Ronaldo

Ofensas de torcedores foram ouvidas durante o minuto de silêncio pela morte de Johan Cruyff

Um pequeno grupo de torcedores do Barcelona teve uma atitude desprezível antes do clássico do último sábado contra o Real Madrid. Durante o minuto de silêncio em homenagem ao holandês Johan Cruyff, ídolo do Barcelona morto no último dia 24, eles insultaram o clube da capital espanhola e lançaram ofensas homofóbicas contra o astro Cristiano Ronaldo. Nesta terça-feira, a Liga informou que denunciará o clube à Comissão Antiviolência do país por “incitar a violência, o racismo, a xenofobia e a intolerância no esporte”.

Como de costume, Cristiano Ronaldo foi perseguido pela torcida catalã desde o aquecimento e vaiado durante toda a partida – sobretudo quando marcou o gol da vitória por 2 a 1. Os torcedores nem ao menos respeitaram o minuto de silêncio em homenagem a Cruyff, aproveitando para gritar: “Cristiano, maricón” (termo pejorativo para homossexual). Cristiano reagiu fazendo um sinal de negativo com a cabeça.

Leia também:

‘Cristiano Ronaldo é o melhor entre os humanos’, diz Piqué​

Pen drive causou rixa entre Cristiano Ronaldo e ex-técnico do Real, diz jornal

Cristiano desdenha de amizade do ‘MSN’: ‘Abraços e beijinhos não valem nada’

Apesar das denúncias, a liga espanhola destaca que “o comportamento do resto dos espectadores presentes no estádio foi absolutamente correto” e exaltou as medidas tomadas pelo clube para combater o comportamento de parte da torcida. A decisão deve sair até esta quinta-feira. A liga também prometeu denunciar demonstrações de intolerância ocorridas em outros dois duelos: Atlético de Madrid x Betis e Celta de Vigo x Deportivo La Coruña, todos ocorridas no último sábado.

(da redação)

Member of The Internet Defense League