Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Laureus 2016: Djokovic e Serena levam ‘Oscar do Esporte’; Daniel Dias vence entre paralímpicos

Tenistas conquistaram o prêmio de atleta de ano pela terceira vez. Mineirinho e Bob Burnquist concorreram, mas não levaram na categoria de esportista radical

Novak Djokovic e Serena Williams, as principais estrelas do tênis, foram os grandes vencedores do prêmio Laureus, considerado o Oscar do esporte, em cerimônia realizada nesta segunda-feira em Berlim, na Alemanha. Coincidentemente, o sérvio e a americana receberam os prêmios de melhor atleta do ano, referente à temporada de 2015, pela terceira vez na carreira. O nadador brasileiro Daniel Dias também conquistou o tricampeonato, na categoria esporte paralímpico.

Djokovic superou o jogador argentino Lionel Messi, o piloto inglês Lewis Hamilton, o jogador de basquete americano Stephen Curry, o velocista jamaicano Usain Bolt e o golfista Jordan Spieth para levar o prêmio de melhor atleta masculino. O atleta de 28 anos já havia faturado o troféu em 2012 e 2015. No ano passado, o tenista sérvio conquistou três dos quatro Grand Slams: Aberto da Austrália, US Open e Wimbledon, e ainda foi vice-campeão em Roland Garros.

Leia também:

Cafu entra para a Academia do Laureus, o ‘Oscar do esporte’

Serena Williams é eleita esportista do ano pela ‘Sports Illustrated’

Laureus 2015: seleção alemã e Djokovic vencem Oscar do esporte; Medina perde

Na eleição do Laureus, atleta de 34 anos superou a fundista etíope Genzebe Dibaba, a esquiadora austríaca Anna Fenninger, a velocista jamaicana Shelly-Ann Fraser-Pryce, e duas compatriotas, a nadadora Katie Ledecky e Carli Lloyd, meia da seleção dos Estados Unidos de futebol. Serena já havia vencido o “Oscar do Esporte” em 2003 e 2010.

A equipe masculina de rúgbi da Nova Zelândia, campeã mundial em 2015, venceu o prêmio de equipe do ano, superando o time de futebol do Barcelona, o Golden State Warriors, campeão da NBA, a seleção de tênis do Reino Unido, campeão da Copa Davis, a escuderia Mercedes de Fórmula 1 e a equipe americana de futebol feminino.

Brasileiros – Três atletas nacionais estavam na disputa pelo Laureus em outras categorias. Daniel Dias ganhou pela terceira vez na carreira o Prêmio Laureus na categoria de melhor paradesportista. Dias, que levou o prêmio também em 2009 e 2012, faturou sete medalhas de ouro e uma de prata no Mundial de Natação Paralímpica de 2015 e venceu os oito eventos que disputou nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto, no Canadá.

Ausente na premiação em Berlim, Daniel enviou um vídeo agradecendo pela conquista. “Estou muito feliz por estar recebendo este grande e importantíssimo prêmio pela terceira vez. Infelizmente não pude estar presente por causa de uma seletiva paralímpica, mas quero agradecer primeiramente a Deus e a Academia Laureus por terem votado em mim. Muito obrigado, do fundo do meu coração”, declarou o brasileiro.

O surfista Adriano de Souza, o Mineirinho, campeão mundial de surfe, e o skatista Bob Burnquist também concorreram na categoria atleta de ação, mas foram superados pelo triatleta alemão Jan Frodeno.

O tenista sérvio Novak Djokovic, beija troféu recebido no Prêmio Laureus, considerado o Oscar do esporte, em Berlim, na Alemanha - 18/04/2016

 (/)

Os vencedores do Laureus 2016:

Melhor atleta masculino:

Novak Djokovic (tênis)

Melhor atleta feminina:

Serena Williams (tênis)

Times do ano:

Nova Zelândia (rúgbi)

Revelação do ano

Jordan Spieth (golfe)

Retorno do ano

Dan Carter (rúgbi)

Melhor atleta radical:

Jan Frodeno (Ironman)

Melhor atleta paralímpico:

Daniel Dias

(da redação)

Member of The Internet Defense League