Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Judô: Mayra Aguiar perde para holandesa e é vice-campeã em Abu Dhabi

Recuperada de lesão, judoca gaúcha venceu três adversárias e caiu na decisão diante de Marhinde Verkerk no "ponto de ouro".

A brasileira Mayra Aguiar se recuperou da eliminação precoce no Mundial do Cazaquistão, em agosto, e retornou à elite mundial do judô. Neste domingo, a atleta gaúcha ficou com a medalha de prata na categoria até 78kg no Grand Slam de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. Ao longo da campanha, Mayra, nona colocada do ranking mundial, venceu atletas importantes, como a francesa Audrey Tcheumeo, mas perdeu na decisão para a holandesa Marhinde Verkerk.

Campeã mundial em 2014, Mayra sofreu com lesões neste ano e só havia competido uma vez em torneios de grande expressão, exatamente no Mundial de Astana, onde caiu nas oitava de final. Neste domingo, ela se recuperou ao vencer a sul-coreana Mi-Young Choi (42.ª do ranking), a britânica Natalie Powel (oitava) e a francesa Audrey Tcheumeo (vice-líder).

Mayra Aguiar: ela tem a força!

Na decisão, Mayra foi derrotada por Marhinde Verkerk (quarta do mundo) – de quem ganhou na decisão do bronze nos Jogos Olímpicos de Londres -, em uma luta equilibrada, finalizada no “ponto de ouro”. A brasileira tentou uma entrada no fim, mas levou o contragolpe e foi derrotada pela holandesa por estrangulamento.

O outro representante do Brasil no tatame em Abu Dhabi neste domingo foi Eduardo Bettoni. Reserva na categoria até 90kg, ele venceu o eslovaco Milan Randl (39º) na estreia, mas depois perdeu para o grego Ilias Iliadis (nono). Sem pontuar bem, Bettoni segue atrás de Tiago Camilo no ranking olímpico e deve ver o veterano representar o Brasil na categoria nos Jogos do Rio em 2016.

A seleção brasileira, que viajou aos Emirados Árabes Unidos com os titulares de oito categorias, fechou a campanha em Abu Dabi com resultados modestos: conquistou apenas duas medalhas de prata, de Mayra e da meio-leve (até 52 kg) Érika Miranda. Sarah Menezes e Rafaela Silva perderam para adversárias inexpressivas nas estreia e Felipe Kitadai e Victor Penalber, candidatos a medalha em 2016, também não conseguiram subir ao pódio.

(com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League