Clique e assine com 88% de desconto

Jogador é expulso e manda a bandeirinha ir ‘lavar louça’

Caso aconteceu em uma partida da Série A2 do Paulistão, em Sorocaba. Conforme relatado na súmula, atleta ainda disse que 'futebol é para homem'

Por Da Redação - 12 fev 2016, 13h33

Um caso inusitado de machismo foi devidamente punido em uma partida da Série A2 do Campeonato Paulista nesta quinta-feira. O lateral Janilson, do Votuporanguense, foi expulso por ofender uma bandeirinha na vitória por 3 a 2 de sua equipe sobre o Atlético Sorocaba, na casa do adversário.

Imagens registradas pela TV TEM, emissora afiliada da Rede Globo, mostraram Janilson sendo expulso pelo árbitro Rodrigo Gomes Paes Domingues aos 38 minutos do segundo tempo. Antes, ele havia recebido cartão amarelo por ter dado uma entrada dura em um adversário. Na sequência, o lateral ofendeu a auxiliar Márcia Bezerra Lopes Caetano com gestos e provocações e recebeu o segundo amarelo.

Na súmula da partida, disponibilizada pela Federação Paulista de Futebol, o árbitro explicou as ofensas de Janilson. “Futebol é para homem, não para mulher”, afirmou o jogador, que ainda completou, após a expulsão. “Vai para a cozinha lavar louça”. As imagens de TV mostraram Janilson fazendo gestos como se estivesse lavando pratos diante da auxiliar.

Súmula escrita pelo pelo árbitro Rodrigo Gomes Paes Domingues relata ofensas de Janilson à auxiliar Márcia Bezerra Lopes Caetano VEJA

(da redação)

Publicidade