Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jogador da seleção de Honduras é morto a tiros

Conhecido no Brasil por ter se desentendido com Neymar, meia Arnold Peralta, de 26 anos, foi baleado na cabeça após fazer compras em La Ceiba

Arnold Peralta, meio-campista da seleção de Honduras, foi assassinado a tiros em La Ceiba, sua cidade natal, quando caminhava pelo estacionamento de um centro comercial, nesta quinta-feira. O atleta que tinha 26 anos foi abordado por um homem que passava de moto pelo local e o baleou na cabeça. O corpo do atleta foi encontrado logo em seguida pelas autoridades locais, e a notícia correu o país, causando choque. Os motivos do crime ainda não são conhecidos pela polícia.

Nascido em 29 de março de 1989, Peralta iniciou sua carreira no Club Deportivo Vida, de Honduras, em 2008. Lá, se destacou e foi contratado pelo Rangers, tradicional clube escocês que defendeu entre 2013 e 2014. No início deste ano, voltou a seu país natal para vestir a camisa do Club Deportivo Olimpia, de Tegucigalpa.

Peralta ficou conhecido no Brasil por ter se desentendido com Neymar após amistoso vencido pela seleção brasileira, por 5 a 0, no Beira-Rio, em novembro de 2013. Na ocasião, Neymar reclamou das pancadas dos hondurenhos e se disse feliz por “sair vivo” do jogo. Segundo relatos da mídia local, Peralta teria ido ao vestiário adversário pedir desculpas ao atacante do Barcelona, mas se deparou com uma reação intempestiva do craque.

Inconformado com a atitude de Neymar, Peralta o criticou duramente. “Quis me desculpar, mas ele veio para cima de mim e acabou sendo segurado por alguns companheiros dele. Neymar é um jogador polêmico porque não se pode tocar nele. Qualquer toque que receba, cai, e os árbitros vão na dele. É um jogador que faz teatro, joga para a torcida e não para o seu time”, desabafou, na ocasião.

(com Gazeta Press)

Member of The Internet Defense League