Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jérôme Valcke é suspenso por 12 anos pela Fifa

O ex-secretário-geral da entidade é acusado de participar de um esquema ilegal de venda de ingressos na Copa do Mundo de 2014, no Brasil

O Comitê de Ética da Fifa anunciou nesta sexta-feira a suspensão por 12 anos do ex-secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, de qualquer atividade relacionada ao futebol. O banimento do cartola francês foi decidido em uma reunião da câmara decisória do Comitê, presidida pelo juiz alemão Hans-Joachim Eckert. Um comunicado oficial esclarecendo o caso foi divulgado posteriormente no site da Fifa.

Desde o ano passado, o francês de 55 anos é acusado de participar de um esquema de venda ilegal de ingressos na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, – evento em que ficou encarregado de organizar e avaliar as obras dos estádios e das imediações das cidades-sede. Valcke é tido como um dos líderes do esquema com empresas de marketing que obtiveram um ágio de mais de 200% nos valores das entradas da Copa, que teria gerado pelo menos 2 milhões de euros apenas para o bolso do dirigente.

Em setembro do ano passado, Valcke havia sido afastado da Fifa e logo depois foi suspenso temporariamente enquanto as investigações estavam em curso. A suspensão foi prorrogada por mais 45 dias e no começo de janeiro ele finalmente foi demitido do cargo de secretário-geral da entidade.

O ex-secretário também é alvo de investigação por um suposto envolvimento com a venda de direitos televisivos para os próximos mundiais na Rússia, em 2018 e no Catar, em 2022. De acordo com o comunicado, ele é suspeito de conceder os direitos de mídia a terceiros por um valor muito abaixo do valor de mercado, o que caracterizaria outra irregularidade do cartola.

A Fifa ainda prevê em seu comunicado que Jérôme Valcke não colaborou de fato com as investigações, chegando até a tentar apagar algumas evidências: “Valcke tentou deliberadamente obstruir os procedimentos contra ele ao tentar deletar diversos arquivos e pastas relevantes para a investigação, mesmo tendo sido alertado para preservar todos os dados e colaborar com os fatos do caso”.

Assim como os ex-presidentes da Fifa e da Uefa, Joseph Blatter e Michel Platini, respectivamente – que foram no fim do ano passado banidos por oito anos do futebol – Valcke recebeu a punição por violar, de acordo com a nota oficial da Fifa, vários artigos do Código de Ética da entidade como os de conduta, lealdade, confidencialidade, conflitos de interesse, entre outros.

O secretário geral da Fifa, Jérome Valcke, e o Ministro do Esporte, Aldo Rebelo durante entrevista coletiva no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro

O secretário geral da Fifa, Jérome Valcke, e o Ministro do Esporte, Aldo Rebelo durante entrevista coletiva no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (/)

(Da redação)

Member of The Internet Defense League