Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Investigado por chantagem, Benzema anuncia que não jogará a Euro 2016

Atacante do Real Madrid usou o Twitter para confirmar que não será convocado para a competição em seu país. Conflito gerou debate político na França

O atacante francês Karim Benzema, do Real Madrid, avisou nesta quarta-feira que não jogará a Eurocopa deste ano com a seleção francesa, anfitriã da competição. Horas antes, a Federação Francesa de Futebol (FFF) havia anunciado que Benzema segue afastado da equipe, acusado de participar de um escândalo de chantagem contra o companheiro Mathieu Valbuena.

“Infelizmente para mim e para todos que sempre me apoiaram e me ajudaram, não serei selecionado para a Euro na França”, escreveu Benzema em seu Twitter, encerrando as especulações sobre sua convocação. Pouco depois do anúncio de Benzema, a FFF confirmou a ausência do atacante da competição. A federação disse em comunicado que não existe um obstáculo legal para a convocação do jogador, mas destacou que o bem-estar da equipe foi levado em conta no momento de decidir os jogadores.

Leia também:

Seleção francesa suspende Benzema por suspeita de chantagem

Benzema se defende sobre chantagem: ‘Só quis ajudar’

Valbuena abre o jogo sobre chantagem de Benzema: ‘Não faria isso nem com meu pior inimigo’

Suspeitas – Benzema está suspenso por tempo indefinido desde dezembro do ano passado, quando começou a ser formalmente investigado pela Justiça francesa. O jogador de 28 anos é acusado de servir como intermediário para chantageadores que teriam tido acesso a um vídeo de conteúdo sexual de Valbuena e teriam pedido 150.000 euros para não divulgar o material. Escutas de ligações telefônicas feitas na concentração da seleção francesa comprometeram Benzema, que, desde o início negou má fé e citou o caso como “um mal-entendido”. Críticas abertas de Valbuena ao comportamento do colega aumentaram as suspeitas, mas até o momento a Justiça não se convenceu da culpa do atacante do Real Madrid.

No mês passado, a Corte de Apelação de Versalhes suspendeu a ordem de restrição que impedia Benzema de ter contato com Valbuena, abrindo o caminho para que os dois fossem convocados para a Euro. No entanto, o escândalo abalou a seleção nacional. Por isso, o técnico Didier Deschamps e a federação optaram por manter o atleta distante.

O escândalo envolvendo Benzema e o colega Valbuena virou questão de Estado na França, com vários políticos influentes opinando sobre a situação, a maioria deles contra a convocação do artilheiro. Filho de argelinos, Benzema é muçulmano e é constantemente criticado por não cantar a Marselhesa, o hino francês, antes das partidas da seleção. O astro Zinedine Zidane, seu treinador no Real Madrid e maior ídolo do futebol francês, também filho de argelinos, fazia o mesmo. O ex-craque defendia o retorno do jogador à seleção. “Acho que a França não pode abrir mão de um jogador como ele. Espero que haja uma solução rápida para isso tudo”, afirmou Zidane no mês passado.

Karim Benzema e Mathieu Valbuena

Karim Benzema e Mathieu Valbuena (/)

(da redação)

Member of The Internet Defense League