Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ibra coloca Suécia na Euro-2016; Ucrânia garante vaga no sufoco

Craque sueco marcou dois gols no clássico escandinavo contra a Dinamarca e provocou aqueles que esperavam sua aposentadoria na seleção

As seleções de Suécia e Ucrânia carimbaram nesta terça-feira as últimas vagas para a Eurocopa-2016. Com uma bela atuação, o craque sueco Zlatan Ibrahimovic garantiu presença no torneio, que acontecerá na França, país onde brilha jogando pelo Paris Saint-Germain.

Ibra foi o herói da classificação sueca ao anotar os dois gols no empate em 2 a 2 no clássico escandinavo contra a Dinamarca, em Copenhague – o segundo deles, em uma linda cobrança de falta. Já perto do fim, Yussuf Poulsen e Jannik Vestergaard marcaram, mas não havia mais tempo para a reação dinamarquesa. A Suécia havia vencido o jogo de ida, em Solna, por 2 a 1 na partida de ida, também com um gol de Ibrahimovic.

Leia também:

Inglaterra vence França em ‘jogo contra o terror’ em Wembley

Com Neymar apagado, Douglas Costa comanda vitória do Brasil

Argentina, enfim, vence a primeira nas Eliminatórias

Após o jogo, o atacante de 34 anos provocou os rivais. A imprensa dinamarquesa especulava sobre uma possível aposentadoria de Ibra da seleção sueca em caso de eliminação. “Foi bonito isso acontecer na Dinamarca. Eles achavam que poderia me levar à aposentadoria, mas eu acabei aposentando o país deles”, brincou. “Se eu tiver que encerrar minha trajetória com a Eurocopa, será o destino. Obrigado pelo apoio, nos vemos na França.”

Já a Ucrânia, que sediou a última edição da Eurocopa junto com a Polônia, em 2012, teve mais dificuldade para se classificar diante da Eslovênia, em Maribor. O time ucraniano entrou em campo com vantagem confortável, por ter vencido o primeiro jogo por 2 a 0, mas quase colocou tudo a perder ao sofrer um gol logo de cara na Eslovênia, com um gol de cabeça de Bostjan Cesar. Os visitantes só selaram a classificação nos acréscimos, com um contra-ataque concluído por Andriy Yarmolenko.

Também se classificaram por meio da repescagem Hungria e Irlanda. Essas seleções se juntarão à França, país-sede, e outras 19 seleções: Albânia, Alemanha, Áustria, Bélgica, Croácia, Eslováquia, Espanha, País de Gales, Inglaterra, Irlanda do Norte, Islândia, Itália, Polônia, Portugal, República Tcheca, Romênia, Rússia, Suíça e Turquia. Apesar dos recentes ataques terroristas na França, a Uefa não tem planos de transferir a sede do evento.

(com AFP)

Member of The Internet Defense League