Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo romeno aponta falha de atendimento em morte de jogador

Patrick Ekeng sofreu um colapso em campo na última sexta e foi declarado morto ao chegar ao hospital

O governo romeno apontou nesta segunda-feira falhas no atendimento médico do jogador camaronês Patrick Ekeng, que morreu na última sexta após sofrer uma parada cardíaca no meio de uma partida do Campeonato Romeno. Ekeng, de 26 anos, caiu no gramado sete minutos depois de entrar na partida e foi declarado morto ao chegar de ambulância ao hospital.

O Ministério do Interior da Romênia suspendeu o contrato com a empresa privada que forneceu a ambulância que levou o atleta, alegando irregularidades e estrutura inadequada do atendimento médico.

A pasta do governo romeno declarou que foram encontrados em algumas ambulâncias da empresa privada desfibriladores com baterias vencidas, além de medicamentos fora da data de validade. Junto da suspensão de um mês no contrato, o ministério ainda multou a empresa em 23.800 leus romenos (cerca de 20.000 reais).

O empresário de Ekeng, Hasan Anil Eken, também criticou o tratamento recebido pelo jogador e o planejamento da equipe de socorro. “A ambulância chegou tarde”, afirmou.

LEIA TAMBÉM:

Paulista: torcedor palmeirense espancado por santistas tem morte cerebral Oscar recebe alta após suspeita de concussão cerebral

(Com Gazeta Press)

Member of The Internet Defense League